Abrir mão do passado

E aceitar que há vida

Sim, aos 15 anos vivi — morri, pois esqueci a vida. De lá para cá decisões foram embasadas ali, naquela experiência.

Colhi coisas boas? Não!

Mas consegui, conseguimos eu e meu Espírito Santo e toda a missão de resgate, ver vida. Descobri que Sofrimento é um vício e quase todas as paralisias na vida eram preguiça.

Minha mente revivia aquele drama, e é engraçado como mente a mente da gente, fazendo de algo simples a complexidade que traz a tona complexos do ego que me levaram a pensar em retornar ao abismo.

Minha vida não é a adicção de qualquer coisa, ela é a liberdade de todos os defeitos que plantei no meu caráter.

A vida precisa ser vivida, e esse é meu propósito aqui: viver a recuperação em mim para ajudar outros a vive-la também.

Que ta tudo certo, a cura dói até se tornar experiência contada para quem precisa ouvir.

Esse é meu primeiro texto aqui, mas em breve há mais, cheio de vida ☺

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Elias Costa’s story.