OBSCURA, Andréia Costa

O Marginal #3 — Novembro

A série OBSCURA, capta o momento em que a imagem se forma dentro da câmera escura. Como registro de uma imagem, capta seus ruídos e distorções explorando a relação existente entre esses dois elementos. Enquanto narrativa urbana, de um percurso realizado, ressignifica espaços através de uma linguagem fotográfica cuja distorção nos revela um outro olhar sobre a cidade.

Andréia Paulina Costa, 28 anos, santista e fotógrafa experimental.

Trabalha como arte educadora, com foco em linguagens artísticas contemporâneas e arte urbana. Durante o ano de 2015 realizou várias oficinas nas redes do SESC-SP, onde explorou diversas questões artísticas em ateliês de livre criação para jovens e crianças.

Cientista social pela UNESP e mestranda em Arquitetura pela USP, é também integrante do Núcleo de Estudo das Espacialidades Contemporâneas (NEC- USP São Carlos).

Escreve para o Coletivo Mínimo e têm realizado curadorias no Extinção Espaço Contracultural em Bauru, onde reside atualmente.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Casa Rosa Editora’s story.