retalhos

Costuro como roupa
as pequenas coisas

Todas juntas
Elas me vestem

Aparecem aos olhos dos outros
_e me aquecem

Árduo trabalho
_Escolhas incertas
_Entre tantos retalhos

Todas justas
Elas me seguem
Eu em frente
_o peso nunca é pouco
_coisas que só os olhos esquecem

Sempre que posso
Troco a camisa
_um tanto de amor
_um tanto de medo

costurado
_na pele
__viva

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Cascas de Laranja’s story.