Uma história triste sobre a Tijuca
Bruno De Blasi
71

Eu morei uns 15 anos no largo da segunda feira e presenciei ali umas coisas bem estranhas, mas não tinham a ver com esse lance de roubar os moradores locais.
Mas no meu entender a tijuca sempre foi um bairro pra se ficar esperto, pois tem morro ao redor dela toda e isso funcionou como proteção durante um tempo, pois não se importunava os moradores.
Eu morava na Valparaíso e vc certamente sabe que a rua da pro morro da chacrinha, que conheci como um lugar calmo até, no entanto os problemas ali eram as brigas entre chacrinha e salgueiro que rolam lá pelo campo, e como minha rua fazia ligação com a barão de itapagipe era um ótima rota de fuga. 
Já vi dezenas de carros largados por ali e minha rua apareceu diversas vezes no antigo ‘Aqui e Agora’ do sbt e nunca de jeito bom!
Saí da tijuca tem uns 10 anos e passo lá hoje com algum receio, pois tb escuto historias desse nivel, mas acho que esse grau de cara de pau só não chegou com tudo na zona sul da cidade leia ipanema e leblon.
Uma pena ver o bairro onde passei minha adolescência dessa forma, mas eu mesmo morando na zona oeste no momento continuo me declarando tijucano…é amor demais!
Sempre que posso visito alguém e aproveito pra comer algo na Rita de Cássia que é a melhor padaria que vc respeita.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.