Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade: Qual o seu perfil?

Todas as pessoas têm potencial para o sucesso, mas as chances são maiores se atuarem em atividades adequadas ao seu perfil

Imagem: hypeness.com.br

Você realmente se conhece? Acredita que sua imagem pública é a mesma que o espelho reflete? Tem clareza sobre o que realmente lhe motiva? Sabe qual seu comportamento sob pressão?

A resposta para essas questões é a chave do Perfil DISC, uma das ferramentas de análise de perfil mais utilizadas no mundo e com mais de 98% de assertividade. O sistema é utilizado para avaliar o perfil comportamental predominante e secundário, com o objetivo de compreender como o avaliado responde aos desafios e estímulos do ambiente externo e quais são as principais motivações internas que impactam nas ações e reações do indivíduo. Tendo consciência destas tendências comportamentais é possível desenvolver formas de contornar as limitações e aprimorar as forças associadas ao seu estilo comportamental, além de aprender como lidar com perfis diferentes do seu no trabalho e perceber como um pode complementar o outro.

Provavelmente você já ouviu falar nas teoria grega de Empódocles, que atribuía aos quatro elementos básicos da natureza — fogo, água, terra e ar — a influência no comportamento das pessoas. Ou ainda tentou se enquadrar em um dos quatro temperamentos universais, propostos por Hipócrates, o pai da medicina ocidental, que propôs a tese de que nosso temperamento está associado à fisiologia, criando o conceito de Colérico, Sanguíneo, Fleumático e Melancólico. Já no século XX, o médico e psiquiatra suíço Carl Gustav Jung utilizou um sistema semelhante ao classificar os indivíduos em outros quatro conceitos: Produtor, Sensitivo, Intuitivo e Analítico.

Entretanto, todas tentativas anteriores pareciam não ser suficientemente claras e aplicáveis ao ambiente de negócios, até que em 1926, o psicólogo norte-americano William Moulton Marston (criador da Mulher-Maravilha), valendo-se de conhecimentos estatísticos e de biofísica desenvolveu a teoria DISC, utilizada pelo Exército Americano, Forças Armadas dos EUA e NASA e em milhares de organizações, descrita no livro “Emotions of normal People”, lançado 1928.

DISC é a sigla para Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade. De acordo com essa teoria, todas as pessoas têm potencial para o sucesso, mas as chances de alcançá-lo são maiores se atuarem em atividades adequadas ao seu perfil. Ao conhecer as particularidades de cada um deles, é fundamental ter em mente que nenhum perfil é melhor ou pior.

Na determinação do estilo comportamental alguns fatores podem exercer influência. O primeiro deles é o hereditário, além de modelos, exemplos, mentores, ambientes, experiências vividas e autoconhecimento.

Listamos abaixo os comportamentos mais característicos de cada perfil, no entanto, é importante saber que eles se manifestam em diferentes níveis de intensidade e cada pessoa possui uma combinação única entre estes quatro perfis comportamentais, que somados aos valores, crenças e outros aspectos pessoais constituem a personalidade do indivíduo.

D — Dominante, Direto, Decidido

O D mostra o quanto a pessoa consegue resolver problemas e como responde a desafios. Entre as palavras-chave da Dominância estão resultados, desafios, eficácia.

Pontos fortes: São indivíduos inconformados, voltados para tarefas, produtivos, visionários, enérgicos, otimistas, sentem necessidade de mudança, precisam corrigir o que está desconfortável no ambiente, independentes, autossuficientes, corajosos, focados em ação, cobram resultados, superam oposições e são protagonistas. O maior medo é que outros tirem vantagem.

Pontos a desenvolver: Como todos perfis, possuem limitações. Pessoas Dominantes podem ser apresentar diferentes níveis dessas características: insensibilidade, frieza, arrogância, sarcasmo, crueldade, impiedade. Podem ser indivíduos argumentativos e impacientes, preconceituoso, com pouca tolerância a erros, não analisam detalhes, entediam-se com trivialidades, tomam decisões por impulso, manipuladores e exigentes, trabalho é prioridade, rudes e sem tato, os fins justificam os meios, impacientes com pessoas de baixo desempenho, não permitem que as pessoas relaxem, orgulhosos, não se intimidam com a impopularidade, elogiam pouco e não desistem quando perdem.

I — Influente, Interativo, Interessado em pessoas

O I mostra o quanto a pessoa consegue influenciar e persuadir pessoas. É o perfil comunicador, mas pode ter dificuldade de fazer acontecer, busca relacionamento, liberdade, criatividade. Faz do ambiente aliado. Ativo, mas muito emocional. Focado em pessoas, o que pode levar à desorganização. Visão otimista e positiva da vida. Possui carisma e habilidade de se conectar com os outros. Seu maior medo é a rejeição.

Pontos fortes: Extrovertido, caloroso , amigável, falante, alma de festa, alma de festa, compassivo e demonstrativo, generoso e sincero de coração, bom senso de humor, memória para estórias e piadas, entusiástico e expressivo, bom no palco, vive no presente, transforma desastre em humor, faz amigos facilmente, cresce com elogios, gosta de atividades espontâneas, voluntaria-se para trabalhos, pensa em atividades novas, causa boa impressão, tem energia e entusiasmo, inspira os outros a se unirem e a trabalharem.

Pontos a desenvolver: Indisciplinado, inquieto e ingênuo, desorganizado, improdutivo, não confiável, egocêntrico, falante exagerado e compulsivo, medroso e inseguro, vive em trivialidades, controlado pelas circunstâncias, egoísta e odioso, fica com raiva facilmente, pode parecer falso, desorganizado, não escuta a história inteira, precisa estar no centro do palco, domina as conversas, responde pelos outros, inconstante, esquece das obrigações, prefere falar em vez de trabalhar, indisciplinado, não estabelece prioridades, decide pelo sentimento, perde tempo falando.

S — eStável, Seguro, Sensível

O S mostra o ritmo em que a pessoa exerce atividades e responsabilidades. Busca colaboração, segurança, lealdade, trabalha bem em equipe, altamente confiável, mas pode ser possessivo e resistente à mudanças. O maior medo é perder a segurança.

Pontos fortes: Simpático e diplomático, eficiente e organizado, confiável, conservador e prático, líder obstinado, personalidade moderada, descontraído e relaxado, paciente e bem equilibrado, quieto, mas espirituoso, solidário e bondoso, mantém as emoções escondidas, feliz em harmonia com a vida, não tem pressa, pode assumir o bom e o ruim, não se aborrece facilmente, agradável e divertido, bom ouvinte, senso de humor inteligente, tem vários amigos íntimos, competente e constante, pacífico e agradável, tem capacidade administrativa, faz mediação de problemas, evita conflitos, bom sob pressão, encontra o caminho fácil.

Pontos a desenvolver: Desmotivado e indiferente, espectador, egoísta e teimoso, pão-duro, auto protetor, indeciso e medroso, pouco entusiasmado, reticente, evita responsabilidades, quieto, faz concessões demais, indisciplinado e imutável, não organiza o lar, leva a vida de modo muito relaxado, sufoca o entusiasmo, indiferente a planos, julga os outros, sarcástico e provocador, não é orientado para metas, tem falta de automotivação, difícil de se fazer mover, ressente-se ao ser empurrado, letárgico e descuidado, desestimula os outros, observador.

C — Correto, Controlado, Complacente

O C mostra como a pessoa responde a regras e regulamentos estabelecidos por outros. Busca precisão, altos padrões de eficiência, é cauteloso, perfeccionista, pouco ousado, sensível, detalhista. O maior medo são as críticas.

Pontos fortes: auto sacrifício, sério, talentoso e criativo, dons artísticos e musicais, filosófico e poético, apreciador da beleza, estabelece padrões altos, quer tudo feito corretamente, sacrifica a sua própria vontade, faz amigos com cautela, contente em ficar nos bastidores, evita chamar atenção, segue o planejado, orientado a detalhes, persistente e meticuloso, ordeiro e organizado, econômico, vê o problema, encontra soluções criativas, precisa terminar o que começa, leal, autodisciplinado, orientado para processos.

Pontos a desenvolver: Se deprime com as imperfeições, escolhe o caminho mais difícil, hesitante para iniciar projetos, dispende tempo demais planejando, prefere a análise ao trabalho, auto depreciação, difícil de agradar, estabelece metas irrealistas, profunda necessidade de aprovação, temperamental e negativo, crítico, rígido e realista, autocentrado e sensível, vingativo, propenso a perseguição, insociável, teórico e pouco prático, tem falsa humildade, audição seletiva, introspectivo e baixa autoestima, tendência à hipocondria, metas irrealistas, sente-se injustiçado e se indispõe, vive por meio de outros, socialmente inseguro, crítico e impiedoso, freia afeição, contestador e vingativo.

Esse vídeo do TED x Talks ajuda a identificar com mais clareza cada uma das tendências comportamentais.

Você também pode ter o apoio de profissionais especializados no desenvolvimento do negócio. A SBDC é representante exclusiva do DISC da PeopleKeys no Brasil, você pode entrar em contato para fazer sua análise.

Continue acompanhando nossa série com 30 passos na jornada do empreendedor. Todas as semanas uma nova dica!

Clique aqui e inscreva-se para receber os próximos artigos desta série em seu e-mail.