Um caso do acaso
Nickolas Ranullo
1942

Ah nem, Ranullo, que descrição perfeita! Que história mágica! O destino é a coisa mais linda desse planeta. Acredito muito nele. Não sou religioso, mas acredito no tempo e no destino, e olha aí a história provando! Emocionante este conto, como sempre, vi as imagens na minha mente como um filme! Voce é foda! Abraço!!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.