Sem conserto
Julia Caramés
384

Júlia, meu deus, que texto é esseeee!! Tudo que eu precisava ler pra acalmar meu coraçãozinho um pouco chateado nesse fim de tarde, mas até que to indo bem com novas inspirações. O tempo é de fato uma entidade poderosíssima pra curar ou amaciar nossas ferias, e quanto às pessoas, de fato não temos o poder para mudá-las. Seu texto foi de uma sabedoria imensurável. A lei do amor é essa mesmo, aceitar as cosias como elas são e as pessoas também. Já dizia a canção do Capital Inicial (que nem ouço mais hoje em dia mas reouvi esses dias) a seguinte frase: “Nem tudo é como você quer, nem tudo pode ser perfeito… se o que é errado ficou certo, as cosias são como elas são.” Um abraço bem apertado e com olhos marejados e acalentados! Obrigado por compartilha essas palavras conosco!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.