ilustração autoral

Não romantize transtornos mentais

Quem sofre com isso, sente na pele que não é fácil conviver com esse tipo de problema. Hoje com a facilidade que temos para acessar informações, temos a mania de se auto diagnosticar, e vejo frequentemente pessoas acreditando passar por tais problemas de saúde sem mesmo ter um laudo de um profissional.

A vida muitas vezes não é tranquila para muito de nós, e por vezes criamos doenças em nossas próprias mentes pelo autodiagnóstico. Veja bem, estou dizendo isso porque vejo diariamente pessoas dizendo ser bipolares, depressivas e ansiosas. Mas como vivo de fato com o problema de transtorno de ansiedade, sei que não é apenas algo que acontece pontualmente quando estamos excitados por um motivo qualquer.

Um transtorno é algo muito mais profundo que isso.

Você não é ansioso porque você tem pressa, não é depressivo porque está passando por um momento triste e nem bipolar porque ficou triste e feliz no mesmo dia. Voltando a dizer… Só quem pode dar um laudo clínico é um profissional capacitado pra isso, e não um teste no BuzzFeed. A mente humana é poderosa demais pra você ficar fixando a ideia de que tem uma doença, você pode trazer isso pra sua vida sem querer.

Ansiedade é um desequilíbrio psicológico que pode afetar qualquer pessoa e também tem aquelas pessoas que sofrem a vida toda com isso. É normal se sentir ansioso antes de uma viagem, antes de uma compra importante, antes de uma prova, etc. Mas quando a ansiedade te impede de fazer uma prova de vestibular, apresentar um trabalho, ter um convívio social normal? Tudo isso aí acontece sempre comigo. Desde pequena eu sofro com ansiedade. Não teve uma viagem que eu tenha feito na infância que eu não tenha ficado enjoada antes mesmo de entrar em no carro pra viajar. Hoje em dia é a mesma coisa.

A principal característica psíquica do estado ansioso é uma excitação, uma aceleração do pensamento, como se estivéssemos elaborando, planejando uma maneira de nos livrar do perigo e da maneira mais rápida possível.

(Só em escrever sobre o assunto, minha mão tá super suada e gelada).

O ponto que eu quero chegar é entender porque as pessoas romantizam sentimentos ruins e transtornos mentais com tanta facilidade. Uma crise de ansiedade não é aquela sensação de “borboletas no estômago” como muitos acham. É uma sensação horrível, sufocante, desesperadora.

Este movimento mental, na maioria das vezes, acaba causando uma certa confusão, uma ineficiência da ação, um aumento da sensação de perigo e de incapacidade de se livrar dele, o que configura um círculo vicioso, pois esta sensação só faz aumentar ainda mais o estado ansioso.

Ver as pessoas compartilhando desenhos fofos, infográficos com borboletas ou algo assim, me faz questionar se quem fez isso ou quem está compartilhando, realmente sabe do que está falando ou já passou por isso. Mas uma coisa eu tenho certeza, desenhos bonitinhos, lista de sintomas e testes de sites por vezes atrapalham mais do que ajudam. E quem tem seu problema exposto de maneira divertida, acaba sofrendo mais por sentir que estão banalizando algo que deveria ser tratado mais a sério. Se você acha que precisa de ajuda, procure imediatamente.

Apenas não romantize algo que pode ser o sofrimento de alguém.

REFERÊNCIAS

http://www.ansiedade.com.br/transtornos/ansiedade/