Diamantes, um investimento

Apesar de serem presenteados em forma de joia como expressão de amor, o diamante é considerado um investimento seguro e duradouro

Que mulher não se sente poderosa usando peças com a pedra mais bela criada pela natureza? O diamante simboliza riqueza e poder devido seu brilho inesquecível, por isso é o queridinho das mulheres.

É a gema mais utilizada para alianças e anéis de noivado, por ser a pedra mais dura conhecida pelo homem, simbolizando o amor indestrutível. Além disso, cada peça de diamante é diferente, o que significa que não existem dois diamantes com o mesmo formato. Cada brilhante possui suas características próprias, portanto é único e exclusivo.

Além de um presente, um investimento

Segundo apontado pela Lilak Joalheria, de Goiânia, o diamante no Brasil tem preço mais barato que no restante do mundo justamente pela falta de hábito do brasileiro de investir em pedras preciosas. Devido sua durabilidade e resiliência, sua escassez e sua portabilidade, o diamante torna-se uma das commodities mais lucrativas do mercado.

A preciosidade de um diamante é determinada pelo seu peso em quilates, sua cor, seu grau de pureza e seu corte, de acordo com o Instituto Gemológico da América (GIA, na sigla em inglês).

Peças de amor

As peças mais cobiçadas ainda são as alianças inteiras de brilhante navette e redondo, solitários com diamante redondo e brincos solitários de diamante redondo, brincos, anéis e pingentes de turmalina Paraíba. Tanto mulheres quanto homens procuram estas joias, segundo a equipe da Lilak Joalheria.

Você sabe o que é zircônia?

É um mineral sintético praticamente sem valor algum, muito parecido com o diamante. O que diferente um do outro é que o diamante são pedras preciosas compostas de carbono e foram formadas a condições geológicas restritas por milhões de anos. Tome cuidado para não comprar gato por lebre!

Matéria originalmente publicada na revista “Condomínios Horizontais”.