Meu amigo evangelista do GitHub

Na Tegra, onde eu trabalho, tenho um amigo que apelidei de evangelista do Github, todo santo dia ele fala do GitHub, os olhos dele chegam a brilhar quando tocamos no assunto.

Todo dia ele faz um commit em um dos seus repositórios, sempre tentando manter sua streak de contribuições impecável, até a data deste texto ele está em 94 dias consecutivos de commits.

Tenho bastante orgulho de ter um amigo assim, me faz perceber a importância de sermos consistentes e que apenas a consistência faz a gente conquistar realizações maiores. Não basta fazer um bom algoritmo um ou dois dias, é necessários vários dias para conseguirmos montar uma biblioteca de qualidade, por exemplo. Isso se reflete em outros aspectos da nossa vida também, ir na academia, fazer dieta ou economizar dinheiro.

Mas também percebo que é difícil para ele manter este ritmo, pois muitas vezes é uma caminhada solitária, ele tenta incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo, mas são poucos que conseguem essa consistência, aqueles que conseguem, ficam poucos dias, máximo de 20 dias, eu sou um desses. É necessário muita energia para disseminar hábitos novos dentro de um grupo, muitas vezes nos questionamos se realmente vale a pena o esforço e se não seria melhor ficarmos na nossa.

Comecei a lembrar das coisas que eu evangelizo, gosto de incentivar as pessoas a empreenderem, fazer exercícios ou a participarem da maratona de programação. Lembro que das dezenas de pessoas que eu incentivei, apenas algumas, menos de 10 na verdade, levaram pra frente e me agradeceram pelo incentivo, mas foram essas 10 pessoas que fizeram todo o meu esforço valer a pena. Por isso, gostaria de deixar neste texto um agradecimento ao meu amigo Mike Lima, o evangelista do GitHub, que sua consistência me motiva e me faz buscar ser um desenvolvedor melhor todos os dias, se um dia desanimar, lembre-se que você conseguiu evangelizar com sucesso uma pessoa, eu, e tenho toda certeza que muitos também irão se converter.

Já estou com 4 dias consecutivos de novo, aos poucos chego lá.