Primeiras Impressões: UX Conf BR 2017 – Dia 1

Jeancarlo Cerasoli
May 20, 2017 · 3 min read

… e começa a maratona!

Sem muito filtro, estas são minhas primeiras reflexões sobre o dia 01 da terceira edição do UX Conf BR, um dos maiores eventos nacionais sobre Experiência do Usuário que acontece nos dias 19 e 20 de maio em Porto Alegre. (Não deixe de ler o relato do segundo dia também)

Não estive nas edições anteriores, mas certamente o evento impressiona pela escala e pela organização (parabéns Pedro, Tiago, Rafael, Daniel e demais envolvidos). Claro que há espaço para melhorias (wifi e melhor design (!!!) em algumas apresentações…), porém o saldo é bastante positivo, inclusive servindo como um retrato fiel do mercado de UX no Brasil e seus diferentes níveis de maturidade.

Aliás, diversidade é um termo que define o evento: muita gente, muita gente diferente, figurinhas carimbadas do mercado, novatos, profissionais de diferentes formações – e inclusive de outras áreas de atuação.


Auditório tomado na 3ª edição do UX Conf Br

Sem entrar em muitos pormenores, os principais temas neste primeiro dia foram:

  • Mais foco no problema ao invés de “gastar as fichas” na solução: ou seja, cada vez mais o papel estratégico do UX se faz perceber nos negócios, transcendendo o produto em si e envolvendo o serviço que o encapsula para entregar uma experiência realmente de valor. De tal modo que “as empresas bem sucedidas são aquelas que crescem questionando o escopo e o valor do que entregam”, como ressaltou Vítor Perez, da Kyvo.
  • No extremo oposto, mas numa contradição bastante saudável, o UX também continua se preocupando com as grandes questões humanas, como a sustentabilidade e o bem estar das pessoas.
  • No meio do caminho, as discussões sobre processos e métricas – que dominaram os últimos anos – continuam presentes mas com menos força e mais integradas ao dia a dia. Destaque para a questão da escalabilidade dos processos e sua disseminação através de frameworks mais palatáveis.

Para mim, o principal destaque do dia ficou por conta do Caio Calado, da Take, que numa apresentação de apenas 10 minutos sobre “Como desenhar conversas para chatbots” foi capaz de oferecer uma visão geral bastante pragmática e provocativa sobre o tema, fugindo do buzzword. Vale a pena conferir em http://bit.ly/uxconf-chatbots.


Na verdade, como muito já se falou, hoje em dia os conteúdos estão ao alcance de todos através dos meios digitais - difícil, portanto, encontrar algo totalmente novo, mas o grande barato de eventos como o UX Conf BR é a possibilidade de trocar experiências ao vivo com amigos digitais reunidos não mais a um clique, mas a alguns passos de distância.

Parafraseando o Franz Figueroa no último keynote de hoje, construções de experiências vívidas são insubstituíveis.


→ Siga para o relato do segundo dia do UX Conf BR 2017

Quarteto gaúcho que lidera o UX Conf BR

Jeancarlo Cerasoli

Written by

: Brazilian UX manager at www.ciandt.com, scifi fan and a lot of other things.