RG, nosso Registro geral: distribuído e desorganizado
yaso
972

Só duas observações pra aumentar a confusão:

1- os conselhos profissionais e as Forças Armadas emitem cartões de identificação com a mesma força legal das carteiras de identidade; inclusive, é relativamente comum que as pessoas usem as carteiras profissionais em vez do RG. E esses conselhos, especialmente os maiores (OAB, CFM), são muito ciosos do seu espaço de poder.

2- já existe um banco de registros razoavelmente centralizado e nacional, não? Mas, como sabemos, o CPF não é um primor de banco de dados de-duplicado e essas coisas.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.