A busca do nada precioso

Pessoas nascem, crescem e desaparecem buscando o mesmo nada, se chega ao fim e não o acha, fica indignada.

No entanto, enquanto aquelas que não o alcançaram, se afogam no confortável pranto.

Mas no acaso, por um descaso do destino, outrora algumas pessoas “sortudas” acham esse nada naquela famosa resposta “eu me caso”.

Porém eu digo, seja realista, desista, aquele que é idealista, perfeccionista, acha que aquele nada é simplesmente alcançável, um verdadeiro otimista, mas na realidade não passa de um masoquista.

Agora por ora, fecho toda essa complexa e simples metáfora, com uma encantadora verdade opressora, o nada não é, o nada não tem definição, o nada é nada, nada que uns chamam felicidade, pode chamar do que quiser, mas ainda é nada, pode ser até a famosa caixa de pandora, ora, quem sabe o nada é só um mito e você ai caçando esse nada no meio do infinito.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.