Letras

Me perco por aqui, me encontro ali,
de linha em linha, as desenvolvo numa resenha.
Tanta letrinha, parece até aquela sopinha.

Elas vem e vão, parecem até saltitar,
brotam do nada no ar,
parece até um mar.
Oceano de frases, só esperando pra atuar.

As desejo como tudo, só que as vezes não é reciproco,
contra sua vontade as uso, um verdadeiro equivoco,
vez ou outra elas somem, só pra me dar o troco.

Letras não são simples,
são espetaculares,
peculiares.
Diferentes.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.