Respostas

Ontem quando apaguei a luz
e deitamos na cama, eu não dormi.
Fiquei acordado, corpo inquieto,
meus pensamentos não estavam ali.

Naveguei pela minha vida
numa viagem displicente,
momentos amáveis, perdidos
e eternos em minha mente.

Andei sobre imensas pedreiras,
percorri intermináveis rios,
acordei e dormi coberto por estrelas.

Pensei na fragilidade da vida,
conversas interrompidas,
em todos que partiram sem adeus.
Uma estrada dura concluída
e mesmo sem querer
quem ficou aqui foi eu.

Lembrei quando vi meus filhos
pela primeira vez em meu colo,
sentimento que só quem vive sente.
Meus olhos sempre cheios de lagrimas,
vida nova, quero mais, sempre e sempre…
sincero encanto eternizado em minha mente.

Fui tempestade, vento e fui ar,
chorei com a dor da tristeza
e aprendi, me perdi e reaprendi a amar.

No silêncio dessa noite encantada,
feliz por sua maneira única em me amar.
Encontrei respostas antes perdidas,
nas lembranças do final e do inicio da vida.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.