O que eu desejo para o mundo

Queria que todo o mundo tivesse a oportunidade de se conectar, mas não através de uma tela. Queria que todo o mundo tivesse a oportunidade de viajar, mas não através da internet. Queria que todo mundo pudesse realmente cruzar oceanos, subir até a atmosfera e flutuar no ar até chegar a outro continente, pedalar milhas e milhas até encontrar uma nova cidade, dirigir dias e quilômetros até descobrir que cruzou fronteiras. Queria que essa oportunidade fosse real, para que todos pudessem descobrir e ver a realidade. A realidade que uma tela de celular ou de um computador não podem contar. A realidade que perfis perfeitos de Instagram não postam.

O fato de conhecer novas culturas é, na verdade se conectar com novas vidas, novas sensações, novos sentimentos. E nem sempre isso é bom. Ah! Jura? Sim, a vida de um viajante não é um conto de fadas como dizem por aí.

Cruzar um oceano vai te levar ao desconhecido. Vai ser excitante o caminho até lá, pelo menos para mim sempre é. Vai trazer a tona sentimentos e sensações que não experimentamos no dia a dia. Aquela adrenalina de mergulhar no desconhecido e ter novas experiências, experiências essas que depois você vai contar rindo, mas até passar por elas vai te fazer sentir um baita frio na barriga.

É por essa realidade que vamos desbravando o desconhecido para conhecer novos lugares. Por isso, eu queria dar essa oportunidade a todo mundo, mas já que não posso, deixo aqui o meu mais profundo desejo ao mundo. Desejos que vêm do coração, da jornada que tracei até agora e da união de tudo o que senti e vivi.

Desejo para o mundo que as pessoas despertem o amor. Desejo para o mundo a consciência ambiental. Desejo para o mundo a tentativa de salvar os animais afinal, nem todos entendem que eles são seres, tão vivos como nós e com sentimentos como nós. Desejo para o mundo o desenvolvimento da tecnologia e seu uso para o bem. Desejo para o mundo que as pessoas sintam o ar puro da natureza pelo menos uma vez e tomem a consciência que é dessa natureza que devemos cuidar pois é nossa casa. Desejo para o mundo que encontre nos problemas soluções sustentáveis. Desejo para o mundo que experimente outros estados de consciência e que cada um deles desperte experiências mais conscientes. Desejo para o mundo a sabedoria de ouvir e a humildade de escutar, para terem o privilégio do saber. Desejo para o mundo que transforme suas fraquezas em forças. Desejo para o mundo que não se apague a bens materiais, eles são mais acúmulos do que uma representação de riqueza. Desejo para o mundo que valorize um abraço, ele pode dizer mais do que palavras. Desejo para o mundo que pare, olhe para trás e veja o quanto já foi feito. Desejo para o mundo que olhe para frente e veja que ainda há muito mais a se fazer. Desejo para o mundo que cruze fronteiras, reais ou imaginárias, para poder mudar e acrescentar.

Mas o meu maior desejo para o mundo é que as pessoas SAIAM. Saiam de casa, saiam para viver o agora, saiam da sua zona de conforto, saiam para ajudar e para mudar.

Desejo que todo esse desejo se torne, um dia, realidade.