Whisky na ferida

Nunca vou superar teu ego ou os arranhões na parede, nunca vou superar os ecos, o vazio que teu eu ocupa, ocupou e depois deixou ao tempo resolver.

Mas nunca é tempo demais.

O sol sempre nasce depois da lua.

Like what you read? Give Fernanda Rieta a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.