DENISAR

Denisar está comigo desde Pântano. Ele que me trouxe. Me contou que já foi plantador de arroz. Eram 140 quadras de arroz, isto é: o mesmo que infinito. Depois faliu. Ele passou três meses numa cama para morrer por causa de um tiro. Foi alambrador, peão, concertou silos. Disse que seu velho pai sempre ajuda e que temos que gostar do que fazemos, não importa o que seja. Me pediu um cartão para dar ao gerente geral da Rede Globo de comunicação que há em Cachoeira do Sul. Eu não tenho cartão de visitas. Conversamos sobre a estrada e sobre encontrar pessoas pelo simples fato de estar ali, aberto a isso. Contei que conheci um homem cuja irmã, já falecida, deve ter trabalhado com minha mãe na Caixa Econômica Federal em Itaqui. Irene era o nome da irmã dele, eu acho, alguma coisa diferente, meio italiana. Disse que ela morreu do coração por conta do cafezinho. Denisar me deu seu cartão de visitas. Eu também o contei uma história sobre a filha da minha irmã.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Chico Gick’s story.