Retrospectivas E Expectativas

Motivação

Desdo começo de 2012, decidi que precisa começar um blog pessoal com o objetivo de divulgar as diversas tecnologias, processos e conhecimentos que tenho adquirido com a minha função de CTO (líder técnico) do Eventick. Esse ano de 2012 foi fantástico, sem dúvida foi um marco na minha vida profissional. Resolvi começar com uma retrospectiva do ano de 2012, seguindo o exemplo dos meus amigos: Zeno Rocha, Davidson, Bernard de Luna, Luiz Thiago, Giovanni e Jaydson.

Mestrado

Desde do início do meu curso de Engenharia da Computação na UFPE, sempre me interessei por pesquisas acadêmicas. No segundo período, comecei uma iniciação científica para desenvolver um codificador MPEG-2 em FPGA e depois de 2 anos entrei para um Grupo de Pesquisa em Redes(GPRT). Em março, fui aprovado para o mestrado na mesma instituição, um desafio que as vezes é bastante difícil de conciliar mas que quero chegar ao fim.

Início do Eventick

No Eventick, ainda éramos uma plataforma fechada e buscávamos validar nosso primeiro MVP com amigos e produtores locais. Um dos nossos lemas é “Always be closing”, isso nos levou a diversos eventos em recife e no resto do brasil onde conheci muita gente que menciono nesse post e que fez mudar bastante a visão que tinha sobre empreendedorismo.

Ruby on Rails

O primeiro ponto foi ter me engajado com nossa comunidade local de desenvolvedores Ruby on Rails, o Frevo on Rails. Nossa comunidade tem muita gente boa, pessoas que trabalham/brincam com ruby a muito mais tempo que eu. O frevo ainda tem muito o que crescer e se estruturar mas esse ano fiz minha primeira palestra no grupo e ajudei ao pessoal da Thoughtworks com RailsGirls Recife. Foi um evento surpreendente, tivemos mais de 100 meninas reunidas em um sábado para aprender rails.

Pernambuco.js

Em abril participei do Pernambuco.js, o evento me fez mudar a visão que tinha sobre javascript. Esse ano teremos o Pernambuco.js com o Eventick. Lançamento do Eventick Enquanto isso, o Eventick foi lançado público e começou a atrair a atenção dos produtores não só em Pernambuco mas também no sul e sudeste. Bernand de Luna foi um dos primeiros a apostar na gente e levou o Eventick para o FrontinBH e posteriomente nos indicou para o Jaydson e Felipe que usuaram o Eventick no BrazilJS. Foi fantástico, tivemos um heavy user que toda semana nos mandava sugestões e nos ajudava a corrigir falhas.

Kanbam

Em Agosto, Paulo Caroli esteve em recife e fez o workshop Otimizando o fluxo de trabalho onde tive contato com o kanbam. Conversando com Paulo, ele me mostrou que o kanbam fazia muito mais sentido para uma startup do que o Scrum que naquele momento já tinha se tornando burocrático demais para uma equipe de 4 desenvolvedores. Tomei a frente do nosso processo de desenvolvimento, implantei o kanban e notamos que estávamos entregando histórias em menos tempo.

BrazilJS

Também Em Agosto, Zeno veio a recife e resolveu usar o Eventick para um Techtalk na Liferay, nesse techtalk conheci o pessoal da liferay que hoje são amigos e Luiz Tiago que organizou o pernambuco.js e tem sua startup também. Foi com esse pessoal que fui para Porto Alegre participar do BrazilJS. Não preciso nem dizer que o BrazilJS foi fantástico, não só pelos palestrantes mas por ter conhecido o pessoal que já usava o eventick e ter colhido vários feedback. Em porto alegre também participei do hackton da mozilla na Thoughwmtorks.

São Paulo

De Porto Alegre, fui direto para São Paulo onde participante do Agile Brasil. Um evento muito grande onde pude expandir meu networking e onde conheci o pessoal da Thoughtworks que estava querendo levar o RailsGirls para o Recife. O melhor de São Paulo foi ter conhecido duas empresas que são referência no desenvolvimento com Rails no país, a Plataformatec que conta com 3 desenvolvedores do rails core team e a Codeminer do maior evangelista Ruby on Rails, o Fábio Akita. Não posso deixar de mencionar a visita que fiz a locaweb, onde fui muito bem recebido pelo Diego Eis que ainda me prometeu que teremos uma tableless conf com o Eventick em 2013.

Front in Maceió

Em novembro fui a Maceió, tivemos o primeiro evento dedicado a frontend no nordeste organizado por Davidson e Juarez, como contei no blog do Eventick. Empreendedorismo no Ceará

Também em novembro, fomos convidados para apresentar o case do Eventick em Fortaleza, como cearense fiquei muito orgulhoso em saber que o Ceará já tem uma comunidade de empreendedores. Empresas como a Polivanti(Mendel), Vitrola Bruno, Daniel e Felipe) e Alvanista, além de um espaço de coworking sensacional como o Sevana.

Vale do silício

No final do ano, o Eventick participou do Desafio Brasil, vencendo a etapa regional e se classificando para as semifinais em São Paulo. Fomos selecionados para uma temporada de 3 meses de incubação do Vale do Silício na Plug and Play Techcenter. Estou chegando hoje no vale e pretendo usar o meu blog para relatar como será minha experiência nesse ambiente tão propício para a inovação e o empreendedorismo. Acredito que tenho muito o que aprender e quero trazer esse aprendizado para compartilhar com o nosso ecosistema no Brasil.

Cirdes Henrique


Originally published at cirdes.com.br on January 20, 2013.