Do ciúmes à loucura: o amor da porta pra fora


É bem verdade que uma pessoa com Sol em Escorpião e Lua em Escorpião, não é a pessoa mais indicada para julgar o ciúmes alheio. Mas hoje me aconteceu um caso peculiar: a esposa de um amigo surgiu de outras dimensões intergaláticas pra comentar em foto minha no Instagram fazendo a íntima e em seguida o coagiu a escrever na descrição do seu perfil “Casado e Feliz”, enquanto no dela – que é linda, ela não faz nenhuma referencia a ele mesmo claramente sendo assediada.

Bom, pelas minhas estimativas eu tenho uns 10 amigos(as) me dizendo que o casamento está uma merda e que se arrependem de ter casado. Quando me deparei com essa situação, da esposa do meu amigo vindo nas minhas redes sociais, fui – sem sucesso algum – conversar, pois os adjetivos mentais que ela estava dando pra mim de “vadia”, “biscate” e “piranha” já estavam tão carregados que eu estava escutando. Bom, em troca eu ganhei um tom de soberba e de “eu não sou uma psicopata, eu tenho mais o que fazer, preciso trabalhar”.

Sério? Eu, “vadia”, “biscate”, “piranha” que a propósito, não pego o cara, vejo a esposa dele aleatoriamente surgindo no meu Instagram quase que com uma placa em neon piscando “você está me incomodando” – quando eu também tenho que trabalhar – tento conversar e sou obrigada a lidar com um tom de soberba. Mulheres e homens, vamos entender duas coisas: nem sempre a mulher é vadia e o outro cara é canalha, coagir o marido/esposa a escrever “casado(a) e feliz” é doentio sim. O termo certo não é psicopata, psicopatas não possuem empatia, mas sim doentio.

Coagir seu namorado(a) ou marido/esposa a fazer qualquer coisa para os outros verem, não vai salvar seu relacionamento – inclusive, por experiência própria: você vai piorar a relação – só vai fazer o outro se sentir cada vez mais infeliz e com mais vontade de pular fora. Como dizem: o que prende o boi não é a cerca, é o pasto. E não precisamos levar pelo lado pejorativo… ninguém aguenta conviver com outra pessoa que vive fazendo coação, que ao invés de perceber que parceiro está em uma fase difícil e precisa de apoio, gasta energia com ações repreensíveis. E você pode ter uma bela bunda, um lindo par de seios, um peitoral maravilhoso e uma piroca de ouro craveja com diamantes, que não vai adiantar, o outro vai perder o interesse.

É o que eu sempre costumo dizer: é uma autossabotagem. Você tem dois caminhos: o de melhorar a relação e o de piorar, mas cegamente escolhe a de piorar. Eu me vi na esposa desse amigo hoje e talvez isso que mais tenha me incomodado, por só ter percebido o quão ridícula essa situação é ao estar de fora. Ah, depois da soberba que eu tive que lidar, cabe dizer que está permitido ser gostoso(a) e ter ciúmes, tá? Só não é legal agir como louco(a). O tom superior por ser gostoso(a) não adianta absolutamente nada se você é um(a) chato(a).

No mais, paguei meus pecados do meu último relacionamento hoje.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.