Sobre se entregar ao processo.

Esta semana me trouxe um tanto de mensagens, canções, frases, sentimentos até eu finalmente processar o que estava chegando.

Escrevi sobre julgamento, sobre o processo ser natural e sentido não racionalizado e então estava comentando sobre entrega como artistas verdadeiros fazem. Ai percebi que o processo é este, entrega.

Mais do que pesquisa, do que entregar um objeto no final, o essencial deste processo é me entregar. Este é o processo que eu pretendo viver pelo menos pelas próximas 12 luas e o final desta ;)

Não, isso não significa que vou desistir de outros compromissos e projetos. Apenas me permitir vivenciar isso. E de preferência sem querer controlar cada passo.

Então como já venho postergando há um bom tempo, compartilho aqui as questões que me norteiam. Nem vou prometer responde-las, apenas deixar que guiem e seguir por onde este mar me levar (praias do nordeste, Revoada cidade fictícia, desejos para as estrelas!!!).

Questões Motivadoras:

  • Como melhor utiliza os recursos para realizar o projeto? — base na Gift Economy e economia colaborativa
  • Como celebrar este sonho e construir um projeto em comunidade, que também sirva à Terra? — base em Dragon Dreaming
  • Como a narrativa audiovisual pode contribuir com a noção de empatia dos espectadores? — base em Comunicação não Violenta
  • Como o projeto pode ser criar, ou conter um protótipo a partir do sensing e presencing? — base em Teoria U
  • Como uma obra de ficção pode introduzir conceitos reais e gerar engajamento sem perder a conexão com o público? — base em permacultura; saberes da natureza
  • Como não apenas abordar, mas alinhar e combinar iniciativas reais com a narrativa na melhor combinação entre os 2?
  • Como desenvolver um projeto com base em ferramentas de transição e fazer dele uma ferramenta para trabalhar a frequência na arte? — base no Sincronário da Paz
  • Como melhor utilizar o transmídia para romper a lógica emissor-receptor, sem que isso comprometa o andamento da série? E desta forma aproximar o ensino do lazer/ entretenimento/ audiovisual de massa?

No momento estão assim. Pretendo explorar elas, seus recursos e caminhos de aprendizado pelos posts seguintes.

Até logo mais!