Itararé : viva a simplicidade!

Para os que não sabem muito de mim, sou nascida em Itararé e atualmente moro em Itu. Na língua tupi- guarani “ita’’ significa pedra e “raré’’ que o rio cavou. O rio que margeia a cidade, possui um leito rochoso que desgastou-se ao longo dos anos com a força das águas, formando as belas paisagens naturais, procuradas pelos amantes do ecoturismo.

Parque Ecológico da Barreira

No passado, foi local de descanso para os tropeiros que transportavam gado e mercadorias do sul do país para Sorocaba, além da estrada de ferro Sorocabana. É uma região com bela paisagem, grutas, paredões, andorinhas, histórias místicas e para melhor explorá-la ,é aconselhável pedir informações para os guardas civis ou guias no posto de informações turísticas. Para cumprir o ditado popular local “quem bebe água da barreira, sempre volta”, não esqueça de levar sua garrafinha e provar a água que brota das pedras na gruta da Santa.

Rio Verde/ Rio da Vaca

Fim de Tarde a caminho do Nelião

É tão bom poder encontrar lugares ainda não devastados pelo homem. Por isso, toda vez que vou visitar a minha cidade, principalmente no verão, tenho que me banhar nas águas límpidas do rio. O Recanto do Nelião, fica nas margens do Rio da Vaca, é um bar com o melhor kibe e caipirinha da região, além do rio verde, calmo e limpo praticamente só para você. E detalhe, não precisa pagar para entrar, como em alguns campings. De carro ou de bike, é fácil encontrar, fica há uns 16 km de Itararé. Se estiver indo em direção a São Paulo, após o pedágio, entre a direita, na estrada de terra, caso esteja na direção inversa, entre a esquerda antes do pedágio. Divirta-se, só não esqueça de recolher o lixo que gerar na beira do rio e até a próxima.

Praça São Pedro

Ponto de central da cidade, durante a tarde é possível sentir o clima do interior, a simplicidade do local e a alegria dos moradores. Tranquilos e felizes, os mais antigos, jogam seu truco diário com os velhos amigos em frente à igreja. Vendedores de pipocas, algodão doce e sorvetes também estão por ali. Enquanto as crianças se divertem, os pais descansam nas sombras das árvores.

Churros do Cido

Sinceramente, peço desculpas aos entendidos e conhecedores de bons restaurantes, aos viajantes, aos amantes do tradicional churros espanhol, mas este é o melhor churros do MUNDO!

A barraca de churros do Cido, está localizada ao lado da farmácia Santana, no cruzamento da Rua São Pedro com a Rua 13 de Maio. Há aproximadamente 25 anos ele está lá na mesma hora e local. De segunda à domingo, das 19h30 às 00h. É aconselhável chegar cedo se quer evitar esperar na fila. Mas caso contrário, vale a pena aguardar. Por apenas R$ 2,00 você pode provar deste patrimônio itarareense.

Bar do Cacá — Meu mundo no fundo

Meses atrás estava de passagem pela cidade, quando ouvi falar deste lugar. Logo pensei que seria só mais um bar, mas não foi o caso. Meu mundo no fundo pertence ao Carlos, um artista nato, que trabalha com madeira e restauração, responsável pela criação e decoração de extremo bom gosto. Durante a copa de 2010, resolveu criar o espaço para recepcionar seus amigos, mas acabou abrindo ao público devido ao ambiente agradável que criou e que a cidade necessitava. Cacá, me contou sua história, nascido em Itapetininga, mora em Itararé desde 1969, convidou-me para subir em seu ateliê e lá, fui surpreendida por uma coleção de antiguidades. Tudo ali é criação dele, a escada,a entrada, as mesas, o balcão do bar, tudo. Sua filha e genro, tomam conta do local. Não é um bar convencional, não há placas, nem recomendações em guia de viagens, pergunte a um morador e encontrará.

Assim como o país, infelizmente, na história de Itararé, os responsáveis falharam e não investiram tanto em recursos para o desenvolvimento e crescimento da cidade, ainda há carências no setor turístico. Apesar de todos os problemas, amo muito minha cidade e a cada experiência que ela me proporciona, não posso deixar de divulgar este lugar que faz parte de mim. O amor e respeito pela natureza, a valorização das pequenas coisas são características que deveriam ser primordiais no desenvolvimento do ser humano, pois nem sempre o dinheiro é a unica fonte de felicidade.

Viva a simplicidade!

Like what you read? Give Clareares a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.