a pergunta correta não é se existe liquidez no mercado brasileiro, mas sim aonde estávamos nós investidores quando essas empresas foram formadas, já que poucas dessa lista receberam investimento anjo e/ou de venture capital. Na maior parte, essas empresas foram financiadas com o capital próprio do empreendedor,
Diário de um VC: o futuro das fortunas brasileiras
Edson Rigonatti
1615

Concordo 100% e já que “brincando se fala sério”, podemos particularizar esta pergunta, assim: “Onde está o Wally-investidor-brasileiro que tope apostar numa indústria, que no mundo já é maior do que a do cinema e da música somadas: GAMES? Nós os estúdios indie estamos fazendo nossa parte: jogos diversificados, divertidos e de qualidade. Sejam bem vindos.

Like what you read? Give Claudio D'Ipolitto a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.