LOS ANGELES RAMS — PARTE 1

No domingo passado, meu Los Angeles Rams entrou em campo para enfrentar o Colts de Indianápolis. Eu não lembro a ultima vez que deu gosto de ver um jogo igual a esse.

O ataque, reformulado pelo novo técnico Sean Mcvay e OC Matt LaFleur, sobrou dentro de campo, enquanto a defesa arquitetada por Wade Phillips dominou o jogo do começo ao fim.

Jared Goff demonstrou uma grande evolução nesse jogo. O segundanistas, que ainda não tinha vencido um jogo nas suas 7 primeiras partidas, gerenciou o jogo como um veterano. Bons passes para as suas novas armas ofensivas, fazendo mudanças na LOS(lineofscrimmage), lançando a bola media e funda, coisa que não tínhamos visto ano passado.

Todd Gurley correu bem e correu duro, diversas vezes salvando o ataque de jardas negativas. Ele passeou para um TD de 5 yds e recebeu 5 passes, saindo do backfield para 56yds, dando uma outra dinâmica no jogo.
Espero que ele tenha mais sucesso esse ano com a nova linha ofensiva, pois Gurley não teve 1 jogo para 100 jardas terrestres ou mais ano passado.

LesSnead, general manager da equipe, fez questão de arrumar novos playmakers para o Goff essa offseason. Assinando com o Robert Woods, draftando o xodó da galera WR Cooper Kupp e fazendo uma trade para adquirir Sammy Watkins na pré-temporada . Os 3 tiveram 50yds ou mais no jogo, mas apenas o calouro conseguiu entrar na end zone e marcar um belo touchdown. Com essas três armas e o novo sistema de McVay, prevejo boas coisas ofensivamente.

Continuamos com alguns problemas na linha ofensiva, mesmo depois da chegada de Whitworth e John Sullivan. O bloqueio de passe melhorou mas o para corrida deixou a desejar. O Colts conseguiu apenas 1sack no Goff, mas em compensação o Gurley tomou contato no backfield em mais da metade dos seus tentativas terrestre.


Sack de #94 Robert Quinn

Mesmo sem o coração da defesa, Aaron Donald, a linha defensiva complicou muito a vida de Tolzien, conseguindo 4 sacks e diversas pressões. Semana que vem só deve melhorar com a volta do Donald.

Apesar da boa atuação do corpo de LBs(linebackers) o tamanho dos nossos ILBs (insidelinebackers) me preocupa um pouco. Baron, que é um safety convertido e Ogletree não têm um porte ideal para ILB de 3–4, podemos ter problemas contra OLs mais físicas que chegam no segundo nível.

A secundária foi dominante no jogo, forçando turnovers, sendo que dois foram retornados para TD. Trumaine Johnson mostrou porque nos demos o franchisetag nele. Tru recebeu o premio de jogador defensivo da semana 1.

Além disso parece que o questionado ex-conerbackLaMarcusJoyner, na era Fisher, encontrou sua posição, ele teve uma excelente partida jogando como Freesafety.

JOHNNY HEKKER É O MELHOR PUNTER DA NFL!

#MOBSquad

*Escrito por Yaggs, Coordenador de defesa do Volta Redonda Falcons