Produtividade de Fato — Lidere sua Agenda e Diga Chega! (2/3)

No primeiro texto desta série sobre Produtividade, eu falei sobre o primeiro passo para ser mais produtivo: a clareza. Ela não envolve somente a visão de onde queremos chegar, mas também a clareza do que devemos eliminar de nossas vidas. É fundamental parar para pensar naquelas coisas que somente ocupam nosso tempo e não são nada produtivas e riscar de nossas agendas. Este é o foco deste artigo.

Você já leu o primeiro texto? Se sim, ótimo! Já sabe onde quer chegar e o que deve incluir na sua rotina para construir seus sonhos. Se ainda não leu, sugiro que volte um pouquinho para que este segundo texto faça mais sentido.

Você deve estar se perguntando como vai fazer para encaixar na sua agenda a construção dos seus sonhos. E aquilo tudo que eu tenho que fazer? Aquela lista enorme de tarefas que preciso cumprir? Como eu faço para conciliar tudo isso em 24 horas?

Bom, aí entra o segundo passo da produtividade: aprender a dizer “chega!” e seja dono da sua própria agenda. É aquela velha história sobre incluir o “não” em seu vocabulário.

Eu acredito no dom natural de nos reconstruirmos, de darmos uma guinada na nossa vida. Você também? Ótimo! Então vamos continuar aquele nosso exercício?

Tenho certeza que você já pegou seu papel e sua caneta para escrever a resposta das seguintes perguntas:

O que eu não vou mais tolerar na minha vida? O que eu faço no automático, que eu deveria parar de fazer? Quais são as minhas tarefas de ocupação?

Como vou eliminá-las da minha rotina? Ou como vou reduzir o tempo que gasto com elas?

(Lembre-se que o tempo é a sua moeda mais preciosa)

Talvez você queira escrever que deve olhar menos as redes sociais, reclamar menos, dar menos desculpas, deixar de procrastinar, se preocupar menos com o que os outros pensam, fazem ou deixam de fazer…

Vamos interromper o modo automático de subexistir e viver de verdade. Se você assumir o compromisso de cumprir esta lista, você terá mais tempo para dedicar ao seu projeto de vida. Não é maravilhoso?

Mesmo determinado com seus propósitos e comprometido com a realização de seus sonhos, se a sua pergunta ainda é “como eu faço isso?”, eu te digo: Tenha uma agenda. Se você não preenchê-la, outras pessoas irão. Ou aquele macaquinho da procrastinação que vive dentro de você irá.

Tenha uma agenda e a preencha de forma inteligente

Preencher sua agenda exige técnica e eu indico o método super inteligente do Geronimo Theml que você encontra no livro “Produtividade para quem quer Tempo”. Como resumo, ele nos alerta para o maior pecado da produtividade, o pecado de pensar naquilo quando aquilo não pode ser resolvido. Cuidado para não viver mais nas expectativas do que na realização, ou na nostalgia pensando “eu era feliz e não sabia”. Para a nostalgia, eu indico a gratidão (vou falar mais dela no próximo artigo).

Para as expectativas, o Geronimo indica o Depósito de “Tem Que”. Ele aconselha termos um caderninho onde vamos anotar tudo o que “temos que” fazer.

É bom levá-lo no bolso sempre, pois nossa mente sempre nos lembra daquilo que “temos que” fazer a todo momento! A sua lista nunca vai parar de crescer, nem a minha, nem a de ninguém. Então não se preocupe, estamos juntos nessa.

Faça uma boa limpeza na sua lista de atividades

Depois de termos nossa lista infinita de “Tem Que”, vamos revê-la toda semana, no domingo a noite, por exemplo. Riscamos tudo que já foi feito e fazemos uma limpa nela, a higienização do depósito de “Tem Que”.

Lembra da lista do que você não tolera mais? Comece por estas tarefas, elimine todas!

Depois escolha aquelas atividades que farão a maior diferença para você alcançar seus objetivos, aquelas que te deixam mais perto de seus sonhos. Lembre de seu álbum e do propósito para dar uma motivada.

Agrupe e Distribua suas atividades ao longo da semana

Depois de listar as mais relevantes, agrupe-as conforme os seus papéis: profissional, pessoal, familiar, amoroso, social, entre outros. Lembre-se daquilo que é realmente importante carregar ao longo de sua vida e tente equilibrar seus papéis na sua semana.

Tente distribuir dois ou três papéis por dia, no máximo. Não se culpe se algum dos seus papéis não couber na sua semana, é impossível equilibrar tudo de uma vez, não somos super heróis, ainda! Entretanto, lembre-se deste papel no domingo seguinte!

Resista a tentações

Iniciar uma atividade exige preparação e esforço, consequentemente, exige tempo. Evite pular de uma atividade para outra, comece e termine uma atividade antes de checar emails, responder uma mensagem ou checar as redes sociais. Quando a tentação vier, lembre-se da sua prioridade. A louça suja ou a faxina da casa pode esperar, certo?

Outra coisa que pode esperar, é aquela pessoa que te pede um “favorzinho” urgente que não vai te tomar um minutinho. Você sabe que não vai levar só um minuto e que não é tão urgente assim. Lembre-se: ocupe sua agenda antes que os outros a preencham.

Você é dono do seu tempo, da sua agenda. Não deixe seus sonhos de lado por recompensas momentaneas. Grandes sonhos exigem disciplina e limites altos.

Vale lembrar que há algumas excessões que precisam ser encaixadas com urgência de modo imprevisto. Talvez uma pessoa que você quer bem precise de um abraço ou de um ouvido naquele momento. É chegada a hora de usar sua capacidade de discernir entre o que a pessoa realmente precisa daquilo que é um mero desejo.

Será que você está comprometido em fazer uma agenda e incluir tempo para construir aquelas histórias que vai se orgulhar de contar?

Para isto, o que você vai precisar riscar da sua agenda e dizer “chega!”?

Bom trabalho e até semana que vem!

Esta leitura foi proveitosa para você? Seus comentários serão muito benéficos para os próximos artigos.

Será que seus amigos também podem se beneficiar com este conteúdo? Compartilhe!

Quer saber mais sobre Coaching? Entre em contato.

Gratidão,

Stella Rosa

Coach de Vida e de Equipes

contato@coachstellarosa.com

Inspirações:

Livro: “Por que fazemos o que fazemos” — Mario Sergio Cortella

Livro: “Produtividade para quem quer tempo” — Geronimo Theml

Oficina: High Stakes Week — Gabriel Goffi