Versos jogados numa folha de papel digital aleatória. (2)

I II III

De tanto escrever sobre você

Cheguei a conclusão de que

Eu não sou alguém senão você

Talvez até mesmo nós.


Viajo,

Porque preciso.

Escrevo,

Porque te amo.


Fácil é mover montanhas

Derrubar aviões jogando pedra

Levantar uma casa com uma mão

Difícil é te ver e não querer

Estar longe, não te ter

Pra mim, só pra mim.