Image for post
Image for post

Como se “posicionar” e não “brigar”?

1.Respeito a sua opinião. Acontece que tenho outros valores que me fazem pensar diferente.

2.Entendo a sua colocação. Porém, diante dessa situação, as minhas necessidades são diferentes da sua.

3.Creio que podemos seguir separados de forma que ambos realizem seus desejos mais rápido, sem que os conflitos nos atrapalhem.

4.Gosto muito de você, e como não reconheço isso que você fala como algo positivo, convido que possamos mudar de assunto.

5.Entendo o que você diz. Te convido apenas a pensar que existem outras formas de olhar essa situação de uma maneira mais positiva.

6.Entendo o seu ponto de vista, porém, seus privilégios são diferentes dos meus.

7.Formas diferentes de pensar não impedem que sejamos amigos! Te amo! Gratidão.

Veja mais sobre meu novo livro! Link na minha bio!

VISITE:

www.davigiordano.com.br

#briga #brigas #brigar#conflitos #posicionamento#respeito #diálogo#conversa#inteligênciaemocional#dizernão #não#davigiordano


Image for post
Image for post

A palavra “afetividade” já foi desvendada por vários estudiosos, por gerar realmente muito interesse e importância em nossas vidas.

Em sua etimologia, “afetividade” tem relação com um “estado” através do qual geramos sentimentos em relação a outras pessoas.

Eu gosto de pensar “afetividade” como uma “filosofia prática” a partir da qual eu me coloco positivamente para interagir, trocar e me relacionar com qualquer indivíduo (mesmo que eu não o conheça previamente).

Podemos ser afetivos com amigos, familiares, colegas de trabalho, conhecidos, e também transeuntes.

Gosto de pensar “afetividade” também como “conexão”: a maneira como “me conecto” com outras pessoas. Há afetividades mais intensas, e outras mais suaves. …


Image for post
Image for post

“A Sutil Arte de Dizer Não”.

Dizer “não” é uma arte? Acho que “não”. A frase acima vem, na verdade, como um estímulo de provocação em diálogo com o título de um livro muito interessante: “A sutil arte de ligar o f*da-se”, de Mark Manson. Que aliás é uma leitura excelente! Super recomendo.

Aqui trago um reflexão dialógica com base no meu quarto e novo livro, “Aprendendo a Dizer Não com Afetividade”, em que convido o leitor a pensar que dizer não tem relação com a nossa capacidade de criar limites e, por sua vez, abrir espaços para nossas condições e possibilidades de ser, existir e agir diante do mundo. …

About

Comunicando Grandes Ideias — com Davi Giordano

Meu objetivo é colaborar para seus projetos pessoais e profissionais inspirando ideias e motivações com criatividade, foco, organização e produtividade.