Meias certezas e muitas saudades

A única certeza que temos é que o sol virá amanhã.

Virá se espalhando pelo corpo moreno enquanto abre a janela depois de acordar, virá iluminando seu sorriso tímido enquanto você conversa com outros caras por aí.

Contornando seus lábios enquanto fuma seus cigarros tão desesperadamente. Esse sol que vem ardendo meu ser enquanto te vejo passar por mim no escuro, é o mesmo sol que não me flagra chorando por você a noite.

Esse sol, é o mesmo alaranjado que não entende porque gosto tanto dos seus cabelos enrolados. Não entende porque não aproveitar a vida e o vento sutil que vem do mar e esquecer todos esses problemas que agora parecem ser tão infernais.

Tão infernais como o jeito que reclama da luz do sol que eu acho tão bonito quando por um instante bate em ti.

Dói aqui.

Like what you read? Give G a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.