“Ressaca na ilha – o contraditório”

O reflexo

da ressaca de Abril

na costa Atlântica de

uma ilha habitada por seres luminosos

O mar avança,

invade.

Poderoso e infinito mar,

que apaga os rastros da areia

Toca –

nas rochas do pontal da ilha

e cria desenhos

com seus ouriços afiados.

Natureza densa,

Vasta

Efêmera e

sagrada

Banho-me nessa ressaca inconsciente,

ela me embriaga de lucidez.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.