Dilaceração de algo mais…

Parte II

Cesar Augusto
Aug 18, 2018 · 2 min read

Vamos discorrer nesta antítese.

Provavelmente me odiará pelos próximos dias, talvez meses. Apagará meu nome da tua lista telefônica. Irá me excluir aos poucos da tua vida. As músicas que um dia disse que seriam nossas, fará questão de não ouvir. Eu sei, faria o mesmo na tua situação.

Lembre-se daquele diálogo dicotômico que tivemos, chegamos a conclusão que preto no branco é pouco para definir essa letargia que nos segura com força, nos forçando ao pior.

Você manterá intacta essa reminiscência dos momentos em que juramos que nunca, por nenhum motivo néscio, deixaríamos nossa cognição atrapalhar nossa capacidade de executar as faculdades adquiridas com dureza?

Provavelmente, não adiantará muito, ainda assim tente.

Me perdoe por precisar ir além daqui. Por deixar nossa luta na metade do caminho. Infelizmente, fomos feitos para nos quebrar.

Fomos feitos para pagarmos o que pudermos, cobrando juros composto.

Não esqueça que metade deste manifesto é meu, a outra metade é mera elasticidade. Afinal, houve certa alteração nas variáveis do que um dia juramos não existir.

Lembre-se, as entregas são meros acasos.

Te entreguei meus melhores poemas, minhas melhores músicas, meu melhor vinho, meus maiores sonhos, meus melhores anos, meus melhores problemas. Os entreguei revestidos em plástico bolha para que não fossem danificados.

Você os danificou, de certa forma.

Na verdade, já eram danificados, eu que segurei a faca pelo gume.

Fui incapaz de entender a complexidade de existir uma alma sem reboco, sem pintura, totalmente desprotegida.

Não nascemos sem muros, somos os muros.

No final, estamos tentando desesperadamente e de forma sistêmica, nos acertar até que o final seja menos doloroso.

Impossível.

Se tem algo que insiste em doer até que não sobre mais nervos é o final.

Uma ultima questão.

Você pergunta se peco? Compreenda que sim, desde que nasci, minha querida, desde que nasci.

Cesar Augusto

Written by

Cuidado! Palavras são caos e desejos.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade