Uma mensagem às minhas futuras namoradas e amigos

…sobre as suas famílias, namoradas, outros amigos, e eu.

Ontem eu fui numa festa, aí quando eu entrei a mulher do dono falou assim “Vc que é o Costa Lara?” e eu pensei “ihhhhh…” mas respondi “sou mas não tive culpa!”

E já fui definindo um traçado pra atravessar a sala cumprimentando a todos, a metade de um lado na ida e os restantes do outro lado na volta, pra já escorregar pra fora pela mesma porta que eu tinha entrado assim que fosse possível.

Era a sala de um apartamento, com vários fumantes dentro e uma churrasqueira, tinha bastante fumaça. Aí nesse meio tempo de atravesar a sala por um lado e voltar pelo outro pra ir embora enquanto cumprimentava a todos o dono da casa me pediu um cigarro, eu dei e acendi um também. Dei um trago e a mina dele apareceu nas minhas costas falando assim:

“Ô JÁ VAI COMEÇAR A ARRASTAR AQUI, É?” \o/

E eu nunca tinha visto a moça na vida antes daquele “vc que é o costalara?” e eu ter respondido “sou mas não tive culpa” a 30 segundos atrás.

Aí eu, incrédulo e em meio à fumaça com uma cara de tipo “que susto!” pedi desculpas e apaguei o cigarro num cinzeiro que tava lotado de cigarros das outras pessoas que estavam fumando lá desde o meio dia, e que se deslocaram pra perto da janela com seus cigarros acesos olhando pra mim com uma cara de solidariedade meio assim “vc morreu pra nos salvar, amigo… obrigado, guenta firme e vai com Deus”

Seguiu-se uma breve e discreta discussão da confraria colombiana sobre se alguém já tinha localizado no apartamento algum garrastazú escondidinho pra fazer a cabeça sem treta, que nem cigarro tava podendo, só maconha. Foi nessa hora que eu cheguei pro meu amigo que tava lá tb e disse:

“Atenção: estratégia, ein…”

“Estratégia, rapaziada!”

“Estratégia” é uma gíria do Tim Maia que nesses contextos significa “Vou embora de fininho antes que dê merda e a culpa seja minha, e quem quiser sair limpo que aproveite e me siga. Fui!”

E não deu nem pra cumprimentar todo mundo, dali mesmo eu já fui embora.

É impressionante essa parada aí, é alguma coisa na minha cara, não é possível: mulher, mãe e amigo covarde dos meus amigos e namoradas nunca gostam de mim. As pessoas tem uma síncope instantânea só de me ver “vc que é o Costa Lara, né malandrinho…” e já começam a me medir.

E é sempre a raiva do tempo perdido com o alívio de ter chegado o dia do encontro onde acontecerá a vingança, como se a culpa de todas as merdas que as pessoas que me conhecem fizeram nas vidas todas delas ficasse explicada assim que elas aparecessem comigo nos lugares.

“Ah… só pode ter sido culpa desse cara aí que o meu namorado/amigo/filha fez ou está fazendo tal coisa.”

Os covardes amigos dos amigos dá pra entender porque não me querem por perto, né? Covardes gostam de micro agressões, eu já prefiro macro daí complica pra eles.

Mas isso das famílias e das esposas, pô, vcs tem que parar de mentir pras suas famílias e esposas, ou então passar a mentir melhor, porque cês tão mentindo tão mal, mas tão, que quando eu apareço fica na cara que vcs tavam mentindo, né? Primeiro porque eu não minto e isso faz um contraste, e segundo porque tá na minha cara que quem anda comigo não é santo, ou no mínimo tá levando a pesquisa da vida bem intensamente, então se vc tá andando comigo e não é doidão abertamente as pessoas inferem que vc tá sendo doidão por aí escondido.

É mãe de nêgo com capivara de três metros que proíbe o cara de andar comigo, é amigo de amigo que faz cagada e quando eu chamo pra conversar “sem platéia só eu e vc numa boa vamo resolver isso” se borra todo e sai por aí dizendo que foi ameaçado, é namorada de cocainômano contumaz muito antes de mim — E EU PAREI E TODA VEZ QUE TODO MUNDO PARA QUEM PUXA SOU EU — que quando eu chego chora e chama a polícia, é nêgo que viu ex-minha que era patricinha antes agora jogadona no rolê cheia de droga ruim na cabeça pendurada num idiota qualquer e vem dizer que a culpa é minha, enfim, tem de tudo.

E quer saber? A culpa é minha mesmo, ainda bem. Não fosse eu vcs iam ser infelizes pra caralho. Se a culpa é de provocar as pessoas e fazer elas atravessarem as fronteiras nas quais elas já estavam encostadas antes só esperando cair, então pode colocar essa culpa em mim. ❤️️👍

Inclusive a churrasqueira que tava lá ontem foi emprestada aqui de casa, e fez muito mais fumaça do que o meu meio trago de cigarro, então a culpa é minha mesmo. 😄

E o cara que a mãe proibiu de andar comigo depois de ter proibido ele a vida inteira de ser artista agora voltou a ser artista. O outro que a (ex)namorada chamava a polícia pra mim teve essa namorada porque quando ele tava tristinho pagando de suicida eu ia atrás e ele ficou uma pessoa ótima, viva e atraente pra namorada poder namorar ele. O cara que se sentiu ameaçado quando eu chamei pra conversar sumiu e foi estudar pra saber fazer e ser alguma coisa interessante da vida e conquistar as pessoas com mais do que droga, porque o problema dele era esse. E a patricinha eu não sei, eu tava meio namorando com outra mina quando chegou a notícia e eu só consigo tomar conta de uma mulher de cada vez que eu não sou Brastemp pra ficar prestando assistência técnica.

Quanto ao dono da festa, se vc tiver lendo isso aqui pode relaxar que foi só engraçado e tá tudo limpo ☺️

Mas enfim, eu só tô comentando isso porque com o tempo eu tô percebendo que o grande lance de ser artista é servir de tela de projeção pras neuras das pessoas. Sabe quando vc xinga o artista por causa das coisas que ele faz? Se vc não for artista tb e a questão não for uma questão entre artistas, então é porque vc projetou uma neura sua em cima do artista. Significa que o artista é bom.

Que o que que essa menina sabia de mim, né? Nada. Falaram pra ela que eu fotografo mulher pelada brigo na rua e uso droga, ela confirmou na internet o que ela já queria confirmar mesmo pra culpa poder ser minha e não de alguém que ela gosta, e ficou por isso mesmo e eu que me foda a culpa é minha, que acabei de chegar e nem tava sabendo de nada.

“O Costa aguenta joga nele mesmo esse babaca!” ☺️
“Uma mão vai no falo simbólico, e a outra no bumbum. Chupa chupa chupa e solta a fumacinha fazendo biquinho bem legal.”

“Em psicologia, projeção é um mecanismo de defesa no qual os atributos pessoais de determinado indivíduo, sejam pensamentos inaceitáveis ou indesejados, sejam emoções de qualquer espécie, são atribuídos a outra(s) pessoa(s). De acordo com Tavris Wade, a Projeção Psicológica ocorre quando os sentimentos ameaçados ou inaceitáveis de determinada pessoa são reprimidos e, então, projetados em alguém.

A projeção psicológica reduz a ansiedade por permitir a expressão de impulsos inconscientes, indesejados ou não, fazendo com que a mente consciente não os reconheça. Um exemplo de tal comportamento pode ser o de culpar determinado indivíduo por um fracasso próprio. Em tal caso, a mente evita o desconforto da admissão consciente da falta cometida, mantém os sentimentos no inconsciente e projeta, assim, as falhas em outra(s) pessoa(s).”*

*fonte: wikipedia, foda-se.


O Pedrinho já tinha comido oito pipocas doce na pracinha chegou aqui comeu a foto que era polaroid e não tem outra, é a vida quem gosta de guardar papel é museu :)

A foto aí na boca do menino chama “Cocaína”, é de 2012 e é sobre isso de cocaína ser tipo um bleach que apaga a sua história a sua moral os seus valores os seus compromissos os seus afetos, a tela fica branca, apaga a pintura.

É um cavalete de pintura isso daí, vc grampeia a tela aí e pinta como taí essa tela grampeada, isso é no Parque Lage, que eu não sei como tá agora mas no meu tempo tinha lá os piores alunos de pintura DO MUNDO e ficavam esses cavaletes aí só bizarrice lembrando às pessoas que comiam bolinho de limão e bebiam em volta da piscina que não, a vida não era perfeita: havia aqueles pintores até mesmo ali dentro, e da porta pra fora ia ser dali pra baixo.

Esses cavaletes com essas pinturas do pessoal lá do Parque Lage eu acho que era tipo aquela história do escravo do “All glory is fleeting”, cês tão ligados nessa história?

“For over a thousand years Roman conquerors returning from the wars enjoyed the honor of triumph, a tumultuous parade. In the procession came trumpeteers, musicians and strange animals from conquered territories, together with carts laden with treasure and captured armaments. The conquerors rode in a triumphal chariot, the dazed prisoners walking in chains before him. Sometimes his children robed in white stood with him in the chariot or rode the trace horses. A slave stood behind the conqueror holding a golden crown and whispering in his ear a warning: that all glory is fleeting.”

Porra, eu via aquelas pinturas dos alunos nesses cavaletes e eu ficava muito agradecido por não pintar, era aquela felicidade de passar na porta dum CTI de hospital todo mundo morrendo e vc pensar “tô vivo andando e falando, tá ótimo!”

Daí enfim, se tá ruim lava e deixa limpo nem que seja com cocaína que daí vc pode pintar tudo de novo, e se antes a sua tela era uma paisagem de merda, agora vc pode pintar outra coisa pra vc não ter que ficar o resto da vida contemplando uma paisagem de merda, é pra isso que cocaína serve, e caso não tenha cocaína eu posso servir pra mesma coisa, só que é o seguinte: o que vc vai pintar nessa tela em branco depois é problema seu, porque eu tô ocupado aqui pintando a minha todo dia e sinceramente não consigo imaginar nada mais divertido do que isso pra fazer, por isso que eu quero que vc tenha a chance de fazer isso pra vc mesmo tb.

Se vc gosta de mim e gosta de cocaína tb é porque eu e a cocaína temos isso em comum: A gente ajuda a limpar, dá aquela provocadinha pra vc sentir o que interessa, mas se reconstruir a partir disso é com vc, não dá pra eu fazer isso pra vc. Foi porque a sua família, a escola, os amigos e os vizinhos e todo mundo que quis se meter se meteu e vc achou que podia ser útil e deixou que não deu certo, e é por isso que vc tá cheirando cocaína, andando comigo ou as duas coisas agora.

E quando vc me convidar pra alguma coisa e eu não for, fique sabendo que não é desfeita. Eu queria ter ido, mas eu evito porque eu sou problema de montão e vc tem que ter o direito de ser feliz longe da minha companhia de vez em quando, afinal vc tb é filho de Deus.

É melhor vc vir aqui. A distância é a mesma, e se a gente tem um templo da pesquisa e da construção de si mesmo pra ficar de boa sem ser perturbado por ninguém aqui, pra que ir abrir a pesquisa em outro lugar que as pessoas não tão interessadas no processo?

Eu te amo, vc faz muita diferença na minha vida, mas pelo amor de Deus não me coloca pra resolver suas treta de família não que de família ruim já me basta a minha, que é incomparavelmente pior que a sua, é um mal que vc não consegue nem imaginar que existe, vc nem tem problema de verdade na família, sua família é ótima, uma felicidade completa, vc não sabe a sorte que deu na vida, então guenta os problemas aí e pára de deixar escorrer pra cima de mim que eu não tenho nada a ver com isso.

Que mania… ❤


E se vc vê minhas coisas na internet e quer ser meu amigo ou me dar, já viu que é melhor não, né? Todo mundo vai achar ruim esse negócio da gente andar junto. Se for fazer alguma coisa comigo faça escondido, porque senão vão te encher o saco toda vez.

E uma hora tb eu encho o saco de ser lado B da sua vida então não vai contando que eu vou ser sua amante pra sempre não e aproveita enquanto me tem pra me usar de trampolim e fazer da sua vida diferente.

Por hj é isso, obrigado. :)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.