Eu não faço a menor ideia do que eu tô fazendo com a minha vida

Eu passei tanto tempo relendo os meus textos antigos que eu já me esqueci de como eu ia começar a escrever esse aqui. Faz tempo que eu não escrevo nada. E olha, parece até que eu sei fazer isso muito bem — ou um pouco melhor do que eu lembrava. Eu sei que não tem muita gente por aí interessada em ler o que eu escrevo, mas é difícil eu olhar pra uma coisa que eu fiz há tanto tempo e ainda continuar gostando. Então acho que eu devia ser escritor.

Na verdade eu acho que eu devia ser um monte de coisas, menos a coisa que eu escolhi pra fazer a minha vida toda. Se você acha que é difícil escolher o curso que você vai fazer na faculdade, mais difícil ainda é chegar no final dela sem saber se você quer mesmo isso, e se perguntando se você é tão acima da média assim como a sua mãe dizia quando você era criança. A verdade é que você não tem certeza de nada. E que se você pudesse, você não faria nada da vida além de ficar testando receitas do tudogostoso.com.br.

Não, eu não tô fazendo merchan e nem sei cozinhar nada, mas é bem legal assistir Masterchef e Que Seja Doce e achar que você entende alguma coisa de cozinha, quando na verdade a sua especialidade é arroz com mostarda. Mais uma coisa que eu queria, mas não posso. Como é que faz pra ter um programa de culinária no GNT?

Há 2 anos eu nem via GNT, e também nem via tanta TV assim. Acho que foi por isso que eu parei de escrever. Na verdade nem tem dois anos desde o dia em que eu escrevi alguma coisa aqui pela última vez, mas é como se fosse. E eu nem vejo TV o dia todo. O culpado mesmo pela minha distração e por tudo o que eu tenho enrolado pra fazer na vida é esse maravilhoso mundo de memes que faz o nosso mundo real parecer tão chato. Eu devia ser proibido de entrar no Facebook.

Esses dois últimos anos, que não foram 2 anos de verdade — talvez 1 ano e 10 meses — , foram bem confusos. E eu passei esse tempo todo sendo trouxa e achando que ia conseguir entender alguma coisa. Eu não faço mesmo a menor ideia do que eu tô fazendo e não sei, não quero saber e tenho raiva de quem sabe aonde é que eu vou chegar com isso tudo. Não sei nem se vai ter jantar aqui em casa hoje à noite, muito menos como vai ser o Natal — isso se tiver Natal.

Eu só sei que eu decidi voltar a escrever, tudo por causa de um filme que eu vi hoje à tarde. Eu não entendi nada na primeira vez que eu o vi — talvez 1 ano e 10 meses ou 2 anos atrás — , mas agora eu acho que eu entendi tudo. E isso me assustou um pouco. Sim, esse é mais um texto sobre um filme da Clarice. Mas pelo menos eu não dei spoiler nenhum. E pelo menos eu não sou o Gregório.