Especial #15M: veja, em fotos, como foi o ato que parou o Centro de Florianópolis

Portal Cotidiano
May 16 · 3 min read

Reportagem de Georgia Rovaris, Jade Kalfeltz e Rodrigo Barbosa

Fotografia por Jade Kalfeltz e Rodrigo Barbosa

O dia 15 de maio de 2019 foi marcado por mobilizações em todo o país. Em Florianópolis não foi diferente: aproximadamente 20 mil pessoas tomaram ruas durante o Dia Nacional em Defesa da Educação Pública. Nas redes sociais, a hashtag #15M foi usada para prestar apoio ao movimento. O ato foi convocado em resposta ao corte de 30% no orçamento das instituições federais de ensino. O Cotidiano UFSC esteve presente nas manifestações desde a manhã desta quarta e preparou um especial fotográfico para te mostrar tudo o que aconteceu nesse dia histórico.

O ato começou ainda pela manhã, quando centenas de estudantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) realizaram uma marcha dentro do Campus Trindade. Mais de 60 milhões de reais do orçamento da UFSC foram congelados. Com isso, a expectativa é de que a Universidade não tenha verba para seguir com suas atividades após o mês de agosto.
A marcha passou por diversos prédios da instituição com o objetivo de mobilizar ainda mais pessoas para o grande ato que aconteceria à tarde. Na foto, estudantes proferem palavras de ordem no hall do CTC (Centro Tecnológico).
Famílias estiveram presentes para demonstrar apoio ao movimento. Os cortes anunciados pelo Governo Federal também atingem o ensino básico.
A marcha da manhã ainda passou pelo Restaurante Universitário (RU), antes de se encerrar em frente ao DCE (Diretório Central dos Estudantes).
No começo da tarde, uma multidão se reuniu em frente à Reitoria para a Assembleia Geral Unificada. Nela, representantes de professores, estudantes e técnicos se manifestaram contra o corte de gastos. Na foto, representante do movimento indígena da UFSC discursa durante a assembleia.
Por volta de 13h30, as milhares de pessoas que se concentravam dentro da UFSC foram às ruas em direção ao Centro de Florianópolis. A Avenida Lauro Linhares foi fechada para a passagem dos manifestantes.
Estudantes da Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina) se uniram ao ato no encontro entre as avenidas Madre Benvenuta e Beira-Mar. O Governo do Estado de Santa Catarina também anunciou cortes para a instituição recentemente.
“Nas ruas, nas praças. Quem disse que sumiu? Aqui está presente o movimento estudantil!” Em uníssono, milhares de manifestantes fecharam a Avenida Beira-Mar e marcharam por vários quilômetros.
Assim como aconteceu pela manhã, famílias foram às ruas apoiar a manifestação. Durante todo o trajeto, não foram registrados quaisquer atos de violência por parte dos manifestantes ou da Polícia Militar.
Por volta das 16h, a marcha deixou a Beira-Mar e tomou a Avenida Mauro Ramos. Estudantes e professores do IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina) se encontravam em frente à instituição e se juntaram à manifestação. O IFSC, instituição de ensino médio e técnico, é mais um que foi duramente atingido pelos cortes: mais de 20 milhões de reais do orçamento foram contingenciados. A esta altura, o ato já contava com mais de 10 mil pessoas.
No fim da tarde, o ato chegou à Catedral Metropolitana, na Praça XV de Novembro. Milhares de pessoas aguardavam a marcha no local desde o começo da tarde. Estima-se que entre 20 e 30 mil pessoas estiveram presentes no coração da capital catarinense em defesa da educação pública.
Após o encontro da Praça XV, o ato se dividiu: parte da multidão ocupou as ruas em frente ao Ticen (Terminal Rodoviário do Centro). A outra parte levou a manifestação para dentro do terminal e seguiu em direção à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), já no começo da noite.
Guiados por um carro de som, manifestantes caminharam até a Praça Tancredo Neves, em frente à Alesc, onde o ato teve seu fim. Um novo ato foi convocado para o dia 30 de maio. No dia 14 de junho, um terceiro protesto está previsto e terá a participação de trabalhadores de outros setores.
    Portal Cotidiano

    Written by

    Portal de notícias do curso de Jornalismo da UFSC

    Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
    Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
    Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade