Caminhos para ser uma Pessoa Criativa

Trabalho com internet em vários segmentos; desde a parte técnica que lida com a programação como também na parte de criação de conteúdos variados. Para isso eu preciso ser criativo quase em toda a parte do meu tempo, mesmo porque minha área além de ser extremamente concorrida, exige que eu esteja atento as nuances que se passam no cotidiano das pessoas, desde um assunto topic trend, meme ou até mesmo com formas de lidar com o dinheiro.

Portanto, quero falar um pouco sobre a criatividade e também as maneiras de se criar um fluxo de trabalho que possa auxiliar as pessoas que estejam buscando essa habilidade para utilizar em seus projetos. As minhas técnicas não devem ser levadas como verdade absoluta, busque apenas o que será mais útil pra sua vida nesse texto.

Primeiramente crie o seu espaço

Um artista precisa primeiramente pensar no seu espaço de trabalho, um workspace bem feito fará uma diferença significativa na sua criatividade. A inspiração no local de trabalho é uma maneira eficiente de se conseguir ser criativo, portanto pensar o seu espaço é o primordial nessa fase.

Consulte maneiras simples de decorar o seu escritório (menos é mais) no começo não gaste valores altos nesse processo, quero dizer, móveis simples e opções em brechós ou até mesmo a ideia de reutilizar mobiliários antigos é tendência e inteligência, pois o espaço, assim como você, haverá mais para frente a oportunidade de mudar ou colocar um investimento maior nesse local. O mais importante é a organização e ter por perto os itens básicos e eles estarem devidamente em seu lugar; papel, caneta, local para guardar seus cartões, estante para livros e os documentos, etc, e claro um computador com acesso à internet para as pesquisas.

Autoridade para si mesmo

Antes que você escolha a sua área de atuação para a criatividade é preciso criar um trabalho interno dentro de si mesmo para acreditar na sua postura desejada. Exemplo: Fale com pessoas da área que você admira, atue e treine na frente do espelho, busque situações mentais que complementem a ideia que você deseja alcançar. A confiança na criatividade interna começa quando se acredita nos esforços referentes para tal ação, pois ela se funde com um sentimento abstrato que não faz muito sentido quando não se obtém a confiança de que se pode ser um criativo, portanto fazer mentalmente ações criativas, tais como pintar um quadro imaginário, inventar histórias aleatórias sobre objetos na sua visão ou até mesmo encontrar significados diferentes para as mesmas coisas favorecem a mente a criar o conceito criativo para ser utilizado nas situações diversas, assim também criar forças para a frustração no processo de tentar sempre ser criativo, mas para isso você precisa criar uma confiança interna pra se tornar realidade esse processo.

Deixe claro sua posição para os outros

Depois que você conseguir sugerir a confiança criativa à si mesmo, vem a segunda a parte que é deixar clara essa posição aos que te cercam. As pessoas que convivem com você precisam estarem alinhadas com a crença de que você consegue usar a criatividade para resolver situações da vida. Mas é preciso respeitar o processo, pois muitos terão opiniões diversas quando se trata de uma ação criativa, mesmo porque ela está alinhada com inovações que são simples. Um exemplo é deixar claro pra todos que o seu espaço de trabalho não deve ser a mesma área com acesso livre para conversas aleatórias, as pessoas precisam aprender a respeitar o seu silêncio, suas músicas ou hábitos que auxiliem a entrar no seu processo criativo, portanto deixe ciente familiares e amigos a sua posição de que a criação é algo sério e deve ser respeitado.

Meios para fazer seu trabalho

Depois que você conseguir criar uma ideia positiva da sua capacidade criativa perante a si mesmo e aos outros, você vai precisar criar os meios para facilitar o seu trabalho. Podemos dar exemplos; um computador, uma mesa de desenho, ferramentas para cortes, tintas para pintar ou até mesmo algum instrumento para tocar. Nessa fase a tendência é exagerar no investimento, tal como um contador que não vai precisar de uma máquina de processamento tão grande quanto um designer ou film maker, mas em compensação o investimento de cada um deve ser analisado conforme a precisão do momento para colocar o plano em prática. Conforme você for subindo no projeto, vá ampliando seus meios de trabalho e investimento, nessa fase o que importa é o básico e a organização.

Busque inspirações em que está sendo criativo

Leia muito sobre a sua área, busque o contato diário com as pessoas que tem as habilidades que você queira aprimorar. Dentro do seu ramo de atuação quem são as pessoas que estão sendo criativas e fazendo as coisas de uma forma diferenciada? Criatividade nem sempre é inovação, talvez seja mais uma forma de olhar as coisas sobre um novo prisma; um tapete no chão é apenas mais um tapete, mas se colocado na parede transforma-se em um quadro ou objeto decorativo, mesmo sendo apenas o mesmo tapete. Pegar uma coisa óbvia e dar um novo sentido através de novos usos e formas é uma forma eficiente de exercitar a sua criatividade, todos os dias existem pessoas criando novas funções para as mesmas coisas. Seja uma delas!

Criatividade é saber usar os Recursos disponíveis

Quando se trabalha sobre o mantra da criatividade é importante ser bem claro na questão dos recursos disponíveis para fazer coisas novas sem zerar a sua conta do banco, portanto ser criativo não é deixar de gastar, mas sim, obter o máximo dos recursos disponíveis gastos, afinal criatividade é simplicidade e ganho através de ações relativamente mais baratas que determinados processos custosos. Analise seus recursos e veja o que pode ser feito com o que se já tem, se a necessidade de investimento for alta, retorne a prancheta e comece novamente o processo criativo.

Estimule a sua criatividade

Como dito anteriormente ser criativo é dar novos usos para as mesmas coisas, então você precisa fazer ações e conversar assuntos diferentes do que está acostumado, mas que de certa forma são similares nas áreas complementares as que você atua. Um exemplo são os fotógrafos que podem aprender mais sobre o trabalho de pintores, tais como são utilizadas as técnicas de luzes e sombras na pintura, quais os pincéis que dão certa forma ao desenho, afinal a tela de uma pintura são assuntos diferentes de uma foto, mas totalmente complementares, a ação de descobrir como são feitas as coisas nos dão acessos para estimular a criatividade de maneira eficiente.

Cultive o bom humor e medite

A criatividade é amiga do bom humor, mesmo não tendo um bom dia é possível se manter criativo mantendo o humor alto para criar coisas novas. Quando damos uma risada estimulamos nosso cérebro com endorfinas e relaxamos nossos pensamentos pra poder utilizar as técnicas citadas no texto. Também é preciso desligar os pensamentos e uma maneira de fazer isso é através da meditação que nos impõe um silencio mental e um distanciamento da nossa personalidade, dessa forma podemos ver as coisas mais claramente, o fato de meditar por apenas 15 minutos semanais fará que o seus pensamentos possam ser melhores organizados mesmo através do sobrecarregamento e fadiga da super informação que estamos sujeitos pelos dispositivos eletrônicos. Se o seu cérebro estiver bem e vazio, ele será muito mais criativo, cultive o hábito do bom humor e da meditação para fazer sua cabeça funcionar melhor em seus processos criativos. Portanto siga algumas das dicas aqui e seja mais criativo em sua vida, vale a pena usar nossa cabeça pra fazer coisas legais!

Até a próxima!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.