Visão de Ernesto

Como vive o pequeno angolano da Ocupação 9 de Julho

Quieto, sereno e de sorriso fácil: assim é Ernesto. O angolano de 8 anos chegou ao Brasil, há pouco mais de um ano, com sua mãe, Bibicha, e sua irmã, ainda no ventre. Depois de passar por um albergue, o garoto vive, hoje, na Ocupação 9 de Julho, no centro de São Paulo.

Ernesto pouco se lembra do país natal. “Não lembro, já esqueci. Só a minha casa: era linda. Tinha TV, um monte de coisa e era grande”, diz ao ser questionado sobre a Angola. Em relação a sua casa no Brasil, conta que é apenas um pouco menor do que o lugar onde morava e não enxerga grandes diferenças.

Desenho feito por Ernesto

Em um desenho feito por ele, o garoto retratou uma casa: “É uma casa que eu inventei, com um lugar para as pessoas conversar, um quarto, uma cozinha, uma pessoa levantando uma bandeira, um lugar para eles se esconderem e antena de TV”. Curiosamente, seu desenho trás elementos atípicos em desenhos de casas feitos por crianças, como o lugar para se esconder e a bandeira — a qual está sendo levantada por um dos bonecos desenhados e é, por exemplo, uma marca dos prédios e terrenos ocupados.

Desenho feito por Ernesto

Suas atividades favoritas são assistir televisão e brincar com seus amigos da Ocupação onde mora. Dessa vez, não nos revela nada inusitado: gosta de andar de bicicleta, jogar bola, assistir desenhos. animados.

Em relação à escola brasileira que frequenta desde que chegou à Ocupação 9 de Julho — uma das exigências das famílias com crianças que moram no prédio é tê-las matriculadas em uma escola ou creche, além da vacinação em dia –, Ernesto conta que é boa e que tem amigos lá. Sobre a escola angolana, o menino não se recorda muito, mas diz: “Lá [Angola] tem que pagar a escola, tudo é para pagar, até o hospital”.

Pensando no futuro, o angolano conta que terá uma casa linda, com uma televisão e uma cama. Além disso, revela que quer ser bombeiro: “Para apagar fogo e salvar as pessoas”, diz o garoto. Por enquanto, Ernesto continua se divertindo com os personagens da televisão e brincando no pátio da Ocupação, onde vive feliz.

Ernesto, pequeno morador angolano da Ocupação 9 de Julho/ Foto: Bianca Vendramini
Vídeo da Ocupação 9 de Julho realizado por Ernesto