Parafraseado

Quem éramos nós quando éramos o que éramos? 
Sol, lua, eventualidade, tristeza e alegria. O Amargo doce da vida. O salgado seio da dor.

O que fazíamos quando a arte de viver era só ser?
Pedir, gritar, cair e chorar. Bola de gude e Pipa

O tempo passa, um café seria válido, mas eu não gosto do gosto.
Na próxima vez pensaremos melhor sobre o que sempre é deixado de lado.
Apreensão, apatia e desapego.

Ficar triste é meio vazio, solitário. É criativo.
O problema, é que quando você vem parece que nunca foi, parece que não vai mais.
E quando vai embora deixa o Ri(s)o assim — Alagado…