Vamos mudar o Brasil? Comece honrando seu passado.

Há um tempo atrás, uma amiga consteladora a Vera, me mandou um whatswaap com o seguinte texto:

“Brasil e Governabilidade — um olhar sistêmico

No Seminário Internacional de Constelações Familiares que ocorreu em Brasília 2016, Bert e Sophie Hellinger falaram sobre a ingovernabilidade de nosso país. Que enquanto o povo brasileiro excluir e/ou não der um lugar em seu coração aos povos de origem, que nosso país continuará ingovernável. 
Quem são os povos de origem da maioria da população brasileira? São os índios, os negros e os portugueses. 
E o que fazemos em relação à eles? Aos negros, o racismo. Aos índios, a expulsão de suas próprias terras. Aos portugueses, piadas de mal gosto…
A ordem nos relacionamentos é honrar as raízes, é reconhecer quem veio antes. Pois graças à eles e ao que passaram, hoje estamos aqui.
Já viram árvores sem raiz? O destino é a queda. 
Por isso, compartilho as ordens do amor, a partir desta visão sistêmica.
A responsabilidade é de todos, de cada um. Só há força pra seguir adiante de forma saudável com reconhecimento das próprias raízes. 
Desejo que possamos fazer as pazes com nossa história enquanto povo brasileiro! Lembrando que, a partir dela, da forma como ocorreu, é que estamos aqui hoje.
Que possamos deixar o passado no passado, mas igualmente dar um lugar à quem nos antecedeu em nossos corações.”

Infelizmente, não sei o autor@ do texto acima para dar créditos. Se souberem me falem. Quero refletir sobre ele aqui. =)

Bem, eu sigo o Xamanismo desde 2012 e a questão indígena no Brasil é algo lastimável. Quase um genocídio!

E agora, com essa nova proposta de governo vinda do Temer, eles ficam ainda mais ameaçados. Porém, todo este debate fez com que nós brasileiros voltássemos nossos olhares para a questão da Amazônia, o que de fato já faz com que ela se transforme.

Essa questão uniu o país e fez com que a causa ganhasse força. Nós, como povo brasileiro, devemos olhar para nossa ancestralidade com gratidão. Agradecer os povos que aqui estiveram antes de nós e os honrarmos.

Abrir um debate sobre a situação do nosso povo indígena, olhar com igualdade para nossos irmãos negros e para de zombar de nossos colonizadores Portugueses, faz com que comecemos um movimento de amadurecimento sistêmico de nossa pátria.

O olhar está em nós. Se cada um que ler esse texto começar a mudar suas atitudes perante esses povos, já iniciamos um grande movimento de transformação. Enquanto nós, não dermos o lugar de direito para esses povos, a ordem vai continuar em desordem. Como diz a frase certeira de nossa bandeira, a Ordem vem antes do Progresso.

Ahooooo- Eu aceito as minhas relações e me expresso através delas.