A incrível geração q ñ sei o q que ñ sei o q lá
DebbieHell
6105

Esse texto me representa em todos os níveis imagináveis hahaha! OBRIGADA!

Às vezes penso se vale a pena ser tão preocupada com as questões que você cita (ambientais, sociais, políticas, etc.), porque vejo minha irmã (sou de 1989 e ela de 1982) tão de boas vivendo a vida dela, com salário bom, apartamento próprio, vida social, viagens… E eu aqui sendo sustentada pelos pais porque não quis me formar em qualquer coisa só pra ter emprego e fui parar em uma universidade federal (que é sim um privilégio para poucos) que suga cada segundo da minha existência e acaba com meu psicológico — também porque eu nem sei se vai valer de alguma coisa, se terei de fato uma carreira, se poderei me sustentar vivendo de pesquisa (burra né? Escolhi ser pesquisadora).

Enfim, obrigada pelo texto. Vejo que não estou só.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.