DROGAS, NEM MORTO.

Essa era a frase perfeitamente contundente da campanha governamental dos anos 90. Assistia aos vídeos quando tinha 10 anos e eles, juntamente com os avisos DIARIOS do meu pai, um senhor de 78 anos, para nunca me envolver com tóxicos, deixaram uma mensagem permanente em mim. Hoje sou adulto, pai e posso dizer com alegria que NUNCA em toda a minha vida utilizei qualquer lixo entorpecente. Inclusive, em certa oportunidade, usei o jargão NEM MORTO para dizer NÃO a um imbecil que me ofereceu lança perfume. O tempo em que os pais e o governo pegavam firme contra as drogas já passou da hora de voltar! Jovens demais já se enveredaram no submundo do crime, muitas famílias foram destruídas e incontáveis vidas foram perdidas por causa do completo descaso de pais negligentes e de governantes que perderam o desejo de fazer o que é certo por causa da mais nojenta conveniência política.