O jogo pode virar a qualquer momento

Como em um tabuleiro, a vida passa por grandes reviravoltas com o movimento inesperado de alguma peça…

Costumo dizer a alguns amigos que os últimos 5 anos foram de imenso aprendizado. Por conta de grandes mudanças e transformações, venho experimentando a cada dia novas descobertas em torno do complexo jogo da vida.

É realmente impressionante como o movimento de uma peça no tabuleiro gera efeitos e consequências imediatas. Por isso, para que seja possível se manter forte e firme na disputa, devemos ter astúcia e humildade o tempo todo.

Quem simplesmente joga por jogar, sem estratégia, tem tudo para ficar parado em uma casinha e ali permanecer Deus sabe por quanto tempo. Outros, por sua vez, arriscam tanto que são capazes de qualquer coisa para alcançar seus objetivos — sem se importar com regras ou com os outros parceiros da empreitada. As consequências? Bom, aí é o famoso pagar para ver…

Já quem comemora a vitória muito cedo ou faz de uma momentânea vantagem desculpa para menosprezar e até humilhar os demais integrantes do tabuleiro, corre o risco de ser expelido pelo demais jogadores em um momento de reordenação de forças. O jogo sempre pode virar, não é mesmo? ;)

Para fugir do “game over”, é fundamental a capacidade de reinvenção. Apostar no fair play e seguir em frente, consciente de suas habilidades, competências, erros e limitações. Para ser um campeão, uma dose de ousadia e superação são sempre bem-vindas. Ah, e uma última coisa: faça por você, preocupe-se menos em competir com quem está à sua volta. O segredo está em unir forças, jamais o contrário. Fica a dica…

Até mais, tchauuuuu! #tamojunto

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.