Coloque de lado o seu preconceito sobre Felipe Neto e esqueça os seus vídeos barulhentos e cheios de palavrões, eu mesmo não gosto de muitos deles.

O foco aqui é a mensagem do seu vídeo mais recente (em inglês) sobre a declaração que a Essena O’neil fez sobre as redes sociais.

Para quem não sabe, Essena é uma ex-Web Celebridade (sim, isso existe!) de 19 anos, modelo australiana e que mantinha um Instagram com mais de 500 mil seguidores e um canal no Youtube com mais de 200 mil assinantes. Ela divulgava um pouco da seu estilo de vida, publicando fotos e vídeos pessoais usando roupas da moda e etc. Ou seja, ela era uma it-girl.

Então no dia 02/11/2015 Essena decidiu que esse estilo de vida não era mais adequado e mudou toda a sua presença online. Excluiu a maioria das suas fotos, editou legendas, excluiu também alguns vídeos e agora só publica conteúdo sobre a mudança da sua vida. Até aqui, ok, tudo muito justo e digno.

A questão agora é a repercussão que esse fato gerou e como a mídia está tratando o assunto. É disso que se trata o vídeo do Felipe.

Longe de um consenso sobre o tema, o vídeo levanta muitas questões interessantes que nos leva à reflexão e eu listei os que eu julguei mais relevantes:

  • Existe uma grande diferença entre ser artista e ser celebridade;
  • A sociedade faz a celebridade, e ela tem apenas o foco em números e prêmios, etc;
  • Artistas são focados no conteúdo em que acreditam;
  • A mídia está usando o vídeo da Essena para rebaixar as redes sociais e todos que estão lá ou vivem dela são falsos;
  • A rede social é responsável pelos protestos mais recentes da população no mundo e pela primeira vez a sociedade está revidando sobre tudo que está acontecendo de errado;
  • Que todos deveríamos debater o que é realmente nocivo para vida das pessoas, inclusive sobre o conteúdo existente na própria rede social;

De novo,
você pode não gostar do Felipe Neto, mas precisa concordar que ele está correto em sua argumentação na maioria dos pontos.

Essena tem todo o direito de achar que o que ela fazia antes era errado, era ‘falke’, mas desmerecer a rede social e toda a sua importância e potencial das plataformas e das pessoas que as usam e vivem dela, é estúpido!

Portanto, se não sabe brincar… já sabem!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.