Será que a Bel Pesce aprendeu mesmo a lição?
Bru Paese
1.4K225

Oi Bruna! Não sou empreendedora, mas sou uma ávida leitora sobre o assunto. E desde que comecei a ler a respeito, percebi algo de muito estranho. Uma quantidade enorme de empreendedores/celebridade especializados em vender conteúdo motivacional — e o próprio nome. Mas sem explicar “comofas” pra ser empreendedor.

Aí esses dias, li um texto aqui no medium do Ícaro de Carvalho -(Por que a indústria do empreendedorismo de palco irá destruir você.)E agora lendo o seu me senti compreendida novamente. Achei que era só eu que estava ficando “chata”.

Ao contrário do leitor abaixo, acho que o seu texto tem um valor real sim. Um valor que vai além da crítica. Porque há muitas pessoas como eu que têm muita vontade de empreender um dia, mas que mal sabem por onde começar. E há uma “penca” de “empreendedores de palco” dizendo que “tudo é possível”, “vá atrás dos seus sonhos!”, “quem quer arranja um jeito, quem não quer arranja uma desculpa”. Junte uma pessoa com vontade de empreender, mas meio desavisada+ uma bomba de motivação + falta de preparo e BUM!, o estrago está feito.

Acho ótimo que alguém do meio escreva sobre esse assunto de uma forma menos sensacionalista… Faz a gente colocar os pés no chão e repensar sobre as pessoas que admiramos e se aquilo que elas pregam realmente têm a ver com experiência ou se é apenas um discurso muito bem elaborado. E se o curriculum delas é realmente tão sensacional.

Enfim.. humilde opinião de uma simpatizante do assunto.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.