A aparência é tudo.

É preciso construir uma armadura, que esconda quem realmente se é.

Orgulho ao extremo, ao ponto que a gentileza é banalizada, e somos cada vez mais fechados, desconfiados, e principalmente orgulhosos.


Um simples gesto afetivo, ou de carinho, é visto através dos olhos da desconfiança, já que o mundo é tão mau. Algo simples, puro e sincero, é então duvidoso. Não dá pra acreditar.

Aonde quero chegar com tudo isso? A lugar nenhum, visto que, não podemos descer do salto de nossas posturas, e concordar com a simples verdade pertubadora.

Ironicamnte deixo aqui o meu boa noite a todos meus companheiros de planeta terra, já que tenho tudo o que quero, sou muito feliz, e estou acima de suas miseráveis vidas.

Afinal, não podemos demonstrar sofrimento, derrota, queda ou aprendizado, não é mesmo?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.