Cristina D.
Cristina D.

Cristina D.

Sou flor em um jardim despedaçado, poesia sem rimas num cordel encantado.