5 Dúvidas comuns de quem se interessou pelo Bitcoin

“A dúvida é o princípio da sabedoria” — Aristóteles

Se você começou a se interessar por criptomoedas recentemente, leu algo ou conversou com aquele amigo que está esta por dentro, com certeza sua cabeça está cheia de dúvidas — e isso é excelente!

O nome Bitcoin já não é assim tão estranho para um grande número de pessoas. No entanto, ainda assim, existe uma infinidade de perguntas que surge quando estamos diante de algo novo e aparentemente muito complexo.

Selecionamos algumas dessas dúvidas, questões que frequentemente costumamos responder, seja pelo Facebook ou aos que nos procuram pessoalmente.

1 - Bitcoin é ilegal?

Falando apenas com relação aos aspectos legais, ou seja, regulamentação, a resposta curta: não.

A resposta mais completa: depende.

Ainda que existam países cuja legislação não permita a negociação de criptomoedas — como Bangladesh (em que a negociação de Bitcoins pode levar a até 12 anos de prisão) — no Brasil ainda não existe qualquer tipo de legislação vigente sobre o tema, de forma que não há ilegalidade acerca das transações envolvendo Bitcoin.

O Japão, por exemplo, aceita o Bitcoin como moeda oficial e existe regulamentação sobre seu uso — as criptomoedas são classificadas como moeda estrangeira na terra do Sol Nascente.

Em relação aos aspectos éticos sobre o uso das criptomoedas, poderíamos falar ainda mais, mas recomendamos este artigo para uma leitura introdutória nesse sentido.

2 - E se eu quiser usar o Bitcoin na padaria ou no posto de gasolina, posso?

A tecnologia do Bitcoin, assim como de outras moedas digitais, já encontra-se pronta para o uso. Contudo, a facilidade de utilização dependerá de alguns avanços que, acreditamos, virão com o tempo!

Citamos neste artigo o caso da Ultrafitness, um dos diversos exemplos de lojas online que aceitam Bitcoin para suas compras. Já no varejo tradicional, existem casos como as lojas Luz Calçados e Top Class Colchões (ambas situadas na cidade de São Paulo), que aceitam a moeda digital como forma de pagamento.

Não é difícil encontrar também cartões (como aqueles de banco, tradicionais) que podem ser abastecidos com Bitcoin e utilizados em todo o mundo. Uma das empresas que oferecem esse serviço é a Xapo.

3 - Tenho chances de perder dinheiro nisso?

Diferente dos investimentos do tipo Renda Fixa, por exemplo, no mercado de criptomoedas não existem garantias governamentais como o Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Além disso, o Bitcoin não é, por definição, algo como uma caderneta de poupança: trata-se de uma moeda.

Imagine o Dólar ou o Euro, moedas internacionais influentes e mundialmente conhecidas. Ambas sofrem oscilações que dependem de uma vasta gama de fatores, certo? Com as moedas digitais não é diferente, todas estão suscetíveis a quedas e súbitas valorizações.

O Bitcoin, em específico, tem mostrado uma valorização que chama atenção até mesmo dos menos preocupados quando o assunto é investimento — como é possível ver no gráfico abaixo. No entanto os riscos provenientes das oscilações jamais devem ser ignorados.

4 - Como faço para administrar meus Bitcoins?

Por motivos de segurança e usabilidade recomenda-se que qualquer criptomoeda seja armazenada num tipo de aplicativo conhecido como Wallet.

São verdadeiras carteiras digitais, nas quais o usuário pode guardar, enviar e receber dinheiro. Hoje já existe uma grande diversidade de wallets gratuitas disponíveis até mesmo para dispositivos mobile.

5 - E como faço para investir nisso?

Hoje existem diversas formas de se comprar e vender Bitcoins no Brasil. A mais tradicional é pelas Exchanges, ou corretoras.

Tais corretoras fazem esse serviço de compra e venda de criptomoedas de forma on-line, e alternativas não faltam. Algumas das mais populares são a Foxbit, a Mercado Bitcoin e a Walltime.

Existe também a opção de comprar de especialistas que oferecem o serviço P2P, ou seja, envio direto para sua carteira digital (geralmente com cotações mais vantajosas do que as oferecidas por corretoras). Nesse caso o ideal é buscar referências sobre o profissional com quem se negocia.

A Cryptos Soluções oferece o serviço P2P com uma das melhores cotações do mercado.


Se você tem qualquer outra dúvida, por mais simples que possa parecer, deixe seu comentário ou nos envie uma mensagem. O mercado de criptomoedas tem crescido e cada dia mais pessoas têm percebido seu potencial, talvez seja hora de tentar algo novo!