Startup ajuda idosos que moram sozinhos

Cuidador Digital
Mar 5, 2018 · 2 min read

De acordo com o IBGE, a parcela de idosos que moram sozinhos aumentou de 1,17mi para 3,7 milhões nos últimos 20 anos. O número de idosos também saltou de 11,4mi para 24,9mi segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio. O aumento é considerado grande e projeta o país para alta tendência de envelhecimento da população.

Foi olhando para esse mercado que João Mendes teve a ideia de trazer para o Brasil algo que ele já conhecia de outros países. “Nos Estados Unidos e Europa esse tipo de produto é algo cultural, as famílias fazem questão de tê­los para seus pais e avós”, comenta João.

O produto vestível que pode ser usado como relógio ou colar permite que idosos acionem o botão de emergência com apenas um toque e através de uma mini­central instalada na residência a chamada de emergência é realizada e os contatos avisados.

Diferente da teleassistência, o Cuidador Digital faz a ligação de emergência direto para os contatos sem a necessidade da chamada passar por uma central de atendimento. João complementa: “Tudo que você mais quer em uma situação de emergência é rapidez, por isso nosso foco é eliminar barreiras e aumentar a agilidade”.

Por possuir experiência anterior no mercado de startups e desenvolvimento de produtos com a metodologia Lean, João deu início ao projeto com um produto MVP que significa validar uma ideia com o mínimo de recursos e com R$ 20 mil colocou o negócio para girar.

João conta que o primeiro lote já estava todo encomendado e no início foi difícil suprir a demanda. Já no segundo lote, João se preparou e começou a instalar o produto em casas de repouso, desde então as vendas só aumentaram.

A expectativa é de atingir um faturamento de R$ 5 milhões nos próximos dois anos. O plano ambicioso não assusta João que garante: “Podemos vender muito mais que isso”.

“Hoje nossa estrutura é muito enxuta e através dos meios digitais é possível escalar a demanda, por isso estamos nos preparando para uma expansão rápida nos próximos meses que virá com um investimento externo.”, explica João Victor.

A importação das partes é a maior dificuldade, entraves fiscais e a grande burocracia dificultam a chegada das peças ao Brasil onde tudo é finalizado e despachado para os clientes. Por isso João planeja fabricar e montar 100% do produto em território nacional. “Acreditamos que isso contribuirá para o amadurecimento da produção de tecnologia no Brasil nos tornando mais competitivos.”, diz João.

Além da constante melhoria do produto com investimentos em pesquisa e desenvolvimento, João quer expandir a distribuição para todo Brasil com ajuda de parceiros.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store