As críticas sociais de Chained To The Rhythm.

Oblivia

Em um lugar aparentemente afastado da cidade existe um parque de diversões de nome peculiar. Oblivia é uma palavra do latim que significa esquecimento. Assim como na região de Oblivia do universo do game Pokémon Ranger: Guardian Signs, as pessoas que visitam o parque parecem desatentas e sem noção das diversas situações problemáticas vividas dentro e fora do local.

The Greatest Ride In The Universe

Os parques de diversão desde o período medieval, com as famosas feiras, são uma forma de entretenimento direcionado para as massas. No caso do Parque Oblivia, os principais visitantes são adultos vestidos com roupas que remetem aos anos 1950 e um futuro distópico. Eles são recepcionados por funcionários que mais parecem robôs e convidam a todos para se tornarem cada vez mais inconscientes dos diversos problemas que cercam os EUA e o mundo.

Hamsters e as Cobaias

O principal símbolo do Oblivia é o hamster. Sua imagem está espalhada por todo parque, assim como na entrada como uma escultura gigante que gira intensamente os olhos. Este animal, também chamado de criceto, é um mamífero roedor comumente utilizado como animal de estimação e cobaia em pesquisas científicas. Por possuir pouca visão, ele não é capaz de enxergar a distancia ou perceber as diferenças de níveis, o que pode ocasionar sua queda em situações em que se encontre em grande altura.

Apesar da existência de comportamentos típicos da espécie, esses animais podem ser condicionados a realizarem determinadas ações mediante uma recompensa. Assim como o hamster, os visitantes estariam tão cegos ao ponto de não perceberem os perigos que os cercam, pois se encontram deslumbrados com todas as vantagens que possuem ao se enquadrarem, sem perceber, a todas as condições impostas.

É Muito Black Mirror!!!

A presença das redes sociais pode ser sentida em diversos locais do parque. Seja no grupo que tira fotos do lugar e de si mesmo de forma sincronizada, os likes que aparecem para cada um dos ocupantes da montanha russa ou os emojis de rosto feliz, jóia e coração no túnel.

O virtual e o real parecem não ter uma separação. Todos esses signos parecem determinar cada um dos visitantes, assim como condicionar suas formas de ser e estar no mundo.

Rosas Vermelhas

Enfrente ao The Great American Drop existe um lindo jardim repleto de rosas vermelhas, porém a beleza dessas flores esconde o perigo que podem representar.

O pedúnculo floral (aquele cabo verde das flores) é semelhante a uma cerca, suas pontas acabam ferindo Katy devido seu encantamento e o estado de inconsciência.

The Great American Dream Drop

Seguindo o grande ideal de uma vida feliz e promissora, a constituição de uma família através da busca do par perfeito pode ser encontrada no The great american dream drop.

Neste brinquedo, casais formados por um homem e uma mulher chegam a uma casa em miniatura cercada por um lindo jardim.

Ao entrarem, os casais passam a seguir um ritmo circular, sofrendo alguns sacolejos em alguns momentos. A heterossexualidade e a monogamia seriam os padrões impostos por trás do casal feliz.

Love Me

  • Papeis de Gêneros

Na montanha russa, há uma separação explicita em relação a gêneros. Em uma fileira estão as cadeiras dos homens e em outra das mulheres. A cor azul e rosa ajuda a demarcar quais fileiras podem ser usadas por cada um.

O que mostra a influência da noção de feminino e masculino sobre as escolhas e comportamentos dos indivíduos nos diversos momentos da vida.

  • Quanto vale uma mulher?

Apesar de todos seguirem um padrão de como se divertir nessa montanha russa, levantar os braços na mesma posição e momento enquanto sorri constantemente, a Validation Station mostra um resultado diferente de likes para mulheres e homens. O índice que mede a concordância de Katy aos padrões é 17, porém seu parceiro de brinquedo recebe 9.478. Isso representa a desigualdade no tratamento de homens e mulheres, assim como o alto nível de machismo presente muitas vezes de forma ‘inocente’ em nosso dia-a-dia.

  • 1984

Seguindo uma enorme fila, pessoas executam de forma sincronizada uma seqüência de passos. Eles seguem as placas e a sinalização presente no chão do parque. Em uma placa está escrito 1984, o número é uma referência ao livro de George Orwell que aborda o totalitarismo e a redução do individuo a um instrumento do governo através do controle e da distorção da verdade.

Na obra podemos notar diversos assuntos atuais como: idéia de democracia, opressão do governo, o controle do acesso a informação, a propaganda e a fabricação da verdade pela mídia, o controle do corpo, alianças políticas, a marginalização e a alienação.

Safe Trip Here / No Place Like Home

  • Xenofobia

Em No Place Like Home, pessoas são lançadas para o outro lado de um muro no qual contém a frase ‘Safe Trip Here’. Essa é uma das mensagens mais explicitas do vídeo.

Qualquer um pode perceber que é uma alusão a política do atual governo do país contra estrangeiros de países de maioria muçulmana e latinos, o desejo de construir um muro separando o México e EUA, as polêmicas frases relacionadas a latinos e o bloqueio de fundos federais as cidades-santuários (Los Angeles, Nova York e Chicago), conhecidas por abrigar imigrantes ilegais, em caso de não fornecimento de informações sobre o status de imigração de moradores.

Bombs Away

A guerra também é mostrada no parque. O Bombs away lança diversos mísseis enquanto pessoas passeiam com algodões doce em formato de nuvem de cogumelo, que é formada em grandes explosões. Isso remete a bomba Little Boy lançada sobre Hiroshima e Fat Man sobre Nagasaki, em 1945.

Enjoy Fire Water / Inferno H2O

Em uma espécie de posto de gasolina, marinheiros carregam Katy em direção a uma bomba de combustível, na qual é fornecida uma água azul e repleta de fogo capaz de queimar o rosto daqueles que a digerem.

Isso é uma referência ao fato do EUA ser um dos países que mais contribuem com a poluição, porém a maioria da população não se preocupa com as possíveis consequências disso em longa prazo. Trump, por exemplo, decidiu abandonar as políticas, que segundo ele, são ‘danosas e desnecessárias’ como o Plano de Ação Climática e retornar com a extração de petróleo e gás xisto.

A Nuclear Family Show In 3-D

  • Papéis de Gênero

Em um cinema, diversas pessoas sentam e colocam seus óculos 3-D para acompanhar a cena de uma família branca e seus filhos na sala. Na TV está um hamster correndo em uma roda, assim como as pessoas mostradas no brinquedo anterior.

Os papéis desempenhados por cada um de seus membros são nítidos. A mãe está em pé feliz enquanto passa uma peça de roupa. O pai está sentado em uma poltrona lendo seu jornal. Já as crianças estão brincando no chão, cada uma em um canto.

Aqui temos mais um exemplo do que seria o ideal de família e os papeis de cada gênero: uma família branca e formada por um casal heterossexual que ocupa suas respectivas funções socialmente estabelecidas.

  • Acorde!

Ao retirar seus óculos, Katy vê uma nova imagem na TV: Skip Marley cantando versos sobre força e libertação.

Impressionada, ela acorda daquela ilusão, levanta e segue em direção a pessoa que destoa completamente dos demais por usar uma roupa completamente branca.

O momento acaba e todos começam a aplaudir e a rodar sem parar. Agora ela não segue os demais, fica no centro parece um pouco assustada com tudo.

Os óculos podem ser uma alusão as ações, falas e pensamentos que nos impendem de enxergar de forma clara as situações que nos cercam. Consequentemente, eles acabam alimentando os mecanismos de controle social. Assim, continuamos andando em círculos completamente sem noção disso. Katy retirou os seus e adquiriu uma visão diferente de tudo.

  • A Roda

Como os hamsters, as pessoas esperam uma fila para poderem correr em uma roda. Não há indícios de qual o nome ou função do brinquedo, porém mesmo assim todos sobem e correm. Correm, mas se mantêm no lugar em que estão e são analisados por todos. Manter-se em pé não é uma unanimidade, já que duas pessoas acabando caindo. O curioso é que são de uma mulher e um negro. Uma das minorias que sofrem diariamente com crimes de ódio.

A roda é uma representação do domínio sobre os corpos. Todos devem seguir a fila, subir na estrutura e correr sem parar. Nem todos conseguem se encaixar nesses padrões sem sofrer uma queda.

O tombo é a demonstração do quanto pode ser cruel seguir sem questionar os valores socialmente determinados, o quanto eles podem nos custar caro.

Katy também chega a correr no brinquedo, mas acaba parando e tomando consciência do quão estranho é aquilo.

Já o fim do vídeo seu olhar transmite a sensação de que aquele parque não é tão róseo e feliz quanto parece.