Tucarena recebe a 38º edição do Prêmio Vladimir Herzog

Por Carolina Castro, Marília Galvão e Verônica Lugarini

Caco Barcelos e equipe do programa ‘Profissão Repórter’ — -por Verônica Lugarini

Falar sobre direitos humanos, hoje, se torna cada vez mais necessário. São inúmeras as formas de violação à dignidade que ocorrem mundo afora. Dentro desse contexto, o prêmio jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos aparece como um excelente meio para discutir esse assunto. A sua 38º edição ocorreu no dia 25 de outubro de 2016 no teatro TUCARENA e contou com a participação de diversos profissionais da área.

Organizado pelo instituto Vladimir Herzog, a cerimônia de entrega do prêmio reuniu muitos jornalistas e veículos de comunicação que se destacaram em seus trabalhos, cujos temas abordavam de alguma forma a cidadania, democracia e direitos humanos. Dentre os vencedores, está o jornalista Caco Barcelos, que foi premiado na categoria “Reportagem de TV” com a matéria “Chacina em Osasco”.

O evento foi aberto ao público em geral, podendo participar desde alunos da PUC-SP até familiares dos vencedores. No mesmo dia 25, algumas horas antes do início da cerimônia, ocorreu também no teatro Tucarena a “Roda de conversa”, que é o momento onde os vencedores discutem seus trabalhos e contam detalhes da produção do mesmo.

O decorrer da premiação, que começou por volta das 20h e terminou às 22h, foi regado com muita descontração por parte do apresentador, nesse caso o jornalista Juca Kfouri, o que gerou um clima agradável para quem assistiu.

Confira aqui a lista dos vencedores.