O porquê do topless


1. Simples: estou de férias. Trabalho mais de 8 horas por dia, 5 dias por semana. Viajo 4 horas por dia em transporte público. Não me sinto a pior alma do mundo, mas me sinto total merecedora de férias e liberdade.

2. Tenho histórias familiares tristes. Bem tristes. Não convem contar todas aqui. Mas vi gente que amo serem mutiladas por uma merda de doença. Sim, o topless é ideia inicial do meu mastologista. Com o pedido de mamografia anual, ele me sorri e diz: “Aproveite a vida”.

3. Falando em aproveitar a vida, sejamos sinceros, independente da sua religião, exatamente esse corpo, não vai se repetir.

4. Vejo 50% (aprox.) de pessoas desfilando sem pudor em qualquer parte do mundo, sem a tal parte de cima. Eles são homens e eu creio em um mundo igualitário.

5. Eu estou feliz. Duas vezes médicos diagnosticaram na minha mãe câncer de mama. Hoje estamos as duas aqui. Quatro tetas juntas e felizes.

6. Minha opinião é tão forte e me sinto tão segura que essa é apenas minha opinião. Você não precisa nem me entender nem concordar. Só desejo que celebre o seu corpo e sua alegria. Isso é único.