Poke a monga

Sabe aquele ditado de que o uso do cachimbo deixa a boca torta? Pois é, cérebro de quem trabalha em criação é igual. É tanto job pedindo viral, exigindo um comercial “igual ao do/a xxxxx” (mas com um milésimo da verba de produção e veiculação) ou aproveitando a onda do momento, que até os que estão sem emprego (tipo yours truly) não conseguem evitar o cacoete. Como cabeça vazia é oficina do diabo, até agora a minha se saiu com:

Novos jogos de realidade aumentada para smartphones

Mendi Go: aplicativo que torna visíveis os sem-teto que normalmente ninguém enxerga e dá pontos extras a quem os alimentar, lhes der dinheiro ou atenção.

Índi Go: aplicativo que detecta pais de crianças maaaaaaravilhosas, especiais, superiores e incríveis, com histórias que dão vergonha à mais mirabolante das fanfics, e dá pontos a quem conseguir fugir deles mais rápido — ou, se você for um deles, a quem conseguir capturar mais depressa — e por mais tempo — um pobre ouvinte.

Letit Go: aplicativo para mães, pais, babás etc, que detecta quando a criança vai pedir pra assistir Frozen pela bilionésima vez e automaticamente estraga o blu-ray ou substitui por O Sétimo Selo (ou Duro de Matar ou… cês entenderam). Não dá pontos, mas dá um sossego…

Fliho Pródi Go: aplicativo especial para igrejas, que detecta fiéis ousando usar a cabeça ou ter dúvidas, e envia parábolas e historinhas da bíblia às ovelhinhas (e automaticamente aumenta o valor do dízimo delas a cada uma).

Escar Got: aplicativo que descobre aquele restaurantezinho charmoso que ninguém conhece debaixo de uma escadaria em Montmartre e dá pontos de chiqueza infinita a quem disser que é amigão do chef de lá.

Refu Go: aplicativo que mostra qual daqueles incríveis produtos em oferta no supermercado na verdade é um lixo, tem aditivos nocivos à saúde ou já teve a data de validade alterada três vezes. Dá descontos (de centavos, claro) no plano de saúde de quem evitar comprar esses produtos.

Jacka Go: aplicativo daquele iogurte, que acrescenta carinhas fofas ao seu :poop: e dá pontos de acordo com regularidade, cor, consistência e formato dos bichinhos.

Estoma Go: aplicativo que põe automaticamente no mute aqueles migos de FB ou twitter que têm NOJO de absolutamente tudo e ou só postam atitudes NOJENTAS de seres inferiores e/ou usam exclusivamente o emoji de vômito pra comentar nos posts de quem faz o mesmo.

Sete Go(l): aplicativo que mantém sob controle o ufanismo patriótico do jogador, detectando, a partir da respiração e batimentos cardíacos, quando um discurso daqueles vem vindo e imediatamente mostrando um — ou dois, ou três, ou mais, dependendo da gravidade de cada caso — dos gols da Alemanha contra o Brasil na Copa de 2014.

Tama Go: aplicativo de realidade aumentada que faz com que você olhe aquele pão com ovo ou sardinha amassada e veja um combinado de sushi ou sashimi dos mais lindos, com barco e tudo. O aplicativo é gratuito, mas os aromatizantes (vendidos à parte) custam os olhos da cara.

E finalmente, o que mais me fala ao coração, e se alguém desenvolver, eu baixo na hora:

Empre Go: aplicativo que revela as empresas pras quais nem adianta enviar currículo ou portfólio, a menos que você tenha pistolão, seja gostosa/o e flexível (em toooodos os sentidos) ou esteja disposto/a a trabalhar 12h por dia a troco de duas mariolas e um cigarro Yolanda.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated cynthia.feitosa’s story.